618 casos de afogamentos são registrados em Minas no ano de 2018; saiba como se prevenir

Por

Por causa das altas temperaturas da estação mais quente do ano, o verão, muitas pessoas procuram meios de se refrescar e aproveitar a estação. No entanto, é importante tomar precauções quanto ao ambiente escolhido e também em relação às atitudes dos banhistas. De acordo com balanço do Corpo de Bombeiros, em 2018, casos de afogamento em Minas Gerais aumentaram 16% em relação a 2017. No total, foram 619 registros. O número de mortes não foi divulgado.

Confira algumas dicas para se refrescar com mais segurança e curtir o verão sem preocupações:

– Nunca nade sozinho: ter alguém por perto é sempre bom, já que se ocorrer qualquer imprevisto você terá alguém para ajudar;

– Nunca deixe as crianças nadando sozinha: é sempre bom ter um adulto por perto monitorando, já que muitas crianças não sabem nadar e ficam mais propensas ao afogamento;

– Se for nadar em rios e cachoeiras fique atento a chuvas, pois a cabeceira pode encher rapidamente e causar acidentes;

– Não misture bebida alcoólica e água: o álcool diminui os sentidos e a capacidade física, deixando as pessoas mais vulneráveis a imprevistos e acidentes;

– Evite refeições pesadas: elas podem causar câimbras.

* Com informações da Itatiaia

Postado em 18 de janeiro de 2019