Acusado de estuprar filha e esposa em cidade do Leste de Minas é preso

Um homem de 42 anos foi preso na última sexta-feira (7) sob a acusação de estupro realizado contra a própria filha. De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, o suspeito responde por estupro da esposa e filha. O caso aconteceu em Rio Vermelho, no Leste de Minas.
Segundo levantamentos sobre o caso realizados pela polícia, a filha do suspeito sofria os abusos desde os 12 anos de idade, porém só o denunciou após completar 18 anos, pois temia pela sua vida e de sua mãe.
Ainda de acordo com a polícia, o agora preso ficava observando a filha enquanto tomava banho, e cometia os abusos na entrada da zona rural em que viviam, aproveitando dos momentos em que ficava sozinho com a adolescente.
Há também indícios de que o homem estuprava a própria esposa, de 39 anos, obrigando-a a manter relações contra a sua vontade, o que configura crime.
Em depoimento junto a polícia, a filha do suspeito disse que ele agia de maneira agressiva e ameaçadora, e usava de palavreados e atos intimidadores, o que impedia ela de procurar por ajuda. Após completar a maior idade, a jovem então teve forças para procurar a polícia e denunciar os crimes cometidos pelo seu pai.

Outro caso

Em Juatuba, centro do estado, policiais civis prederam um homem de 33 anos, que está sob a suspeita de ter estuprado a enteada, quando a mesma tinha nove anos. A prisão aconteceu na última quinta-feira, 5 de agosto.
O preso responderá pelo crime de estupro de vulnerável. A polícia também suspeita de que o homem agredia fisicamente a companheira, mãe da vítima.

Abuso Sexual durante visita técnica

Uma menina de 12 anos de idade denunciou um funcionário da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) de abuso sexual. Segundo a polícia, o homem pediu para entrar na residência alegando que encanamentos necessitavam de revisão. Ao perceber que a criança estava sozinha em casa, o homem de 50 anos começou a assediar a menina, só não concluiu o estupro, pois a criança se recusou. Em seguida, o suspeito teria pedido para que a menina não contasse a ninguém o ocorrido. O caso foi registrado em Inhapim, cidade próxima a Ipatinga.
O caso está sendo investigado, e o suspeito está solto.
Leia também: Previsão do tempo da semana para Itabirito, Mariana e Ouro Preto.

Comentários