Adilson Batista não é mais treinador do Cruzeiro
Treinador comandou time pela última vez ontem (11) - Crédito da foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Adilson Batista não é mais treinador do Cruzeiro. O técnico e ex-jogador não resistiu a derrota para o CRB, na noite de ontem (11), pela terceira fase da Copa do Brasil, em pleno Mineirão. Adilson já vinha sendo criticado pelos meus resultados e fraco futebol apresentando pelo time.

O treinador chegou ao clube no final do ano passado, para os três jogos finais do Brasileirão, substituindo o demitido Abel Braga. Na ocasião, Adilson perdeu os três jogos e não conseguiu ajudar o Cruzeiro na briga contra o descenso.

Mas mesmo com resultados ruins, Adilson Batista ganhou voto de confiança para seguir comandando a reconstrução do time em 2020. E apesar de um bom início, as atuações e resultados ruins do time logo fizeram com que o treinador passasse a ser questionado pelo torcedor e imprensa.

Números

Adilson encerra sua segunda passagem pelo Cruzeiro com 11 jogos disputados em 2020, tendo conquistado quatro vitórias, quatro empates e três derrotas. Somando os três reveses do ano passado, o número de jogos perdidos sobe para seis, resultando num aproveitamento de 38,1%.

Nos últimos oito jogos, o Cruzeiro conseguiu apenas uma vitória, contra o Uberlândia, com gol no fim e Fábio pegando pênalti. Em 2020, o Cruzeiro enfrentou um adversário da Série A, o rival Atlético, e perdeu, além de dois da Série B, América-MG, com o qual empatou, e o CRB, que venceu a Raposa por 2 a 0, em pleno Mineirão, na noite de ontem (11).

Adilson Batista deixa o Cruzeiro em situação difícil na temporada. A Raposa se encontra em quinto lugar no Campeonato Mineiro, fora do grupo dos classificados para as semifinais, com apenas três jogos restantes na primeira fase. Já na Copa do Brasil, o time precisará reverter um placar de 2 a 0, fora de casa, contra o CRB, para passar de fase.

Possíveis substitutos

Agora o Cruzeiro já passa a pensar num substituto para Adilson Batista. Segundo informações, o preferido do Conselho Gestor do clube é Rogério Ceni, mas a negociação é considerada impossível. Em seguida Enderson Moreira, que está no Ceará, é cotado, mas a negociação também é complicada. Dentre os nomes mais prováveis, surge o de Guto Ferreira, que deixou o Sport recentemente, após eliminação precoce na primeira fase da Copa do Brasil.

Adilson Batista não é mais treinador do Cruzeiro
Guto Ferreira é um dos principais cotados para assumir o Cruzeiro – Crédito da foto: Sport Recife/Site Oficial/Reprodução

Dentre os nomes não ventilados, mas disponíveis no mercado, se destacam Marcelo Oliveira, bicampeão brasileiro com o clube em 2013 e 2014, e Thiago Larghi, que fez bom trabalho no Atlético, em 2018.

Ocimar Bolicenho

Outro que pode deixar o clube nas próximas horas é o diretor de futebol Ocimar Bolicenho. Contratado no início do ano, Ocimar tem sido muito criticado por algumas de suas ações no clube, como as contratações de Roberson, Jhonata Robert e Filipe Machado, e por declarações como a que deu no programa “Bem, Amigos!”, do SporTV, onde afirmou que “o Cruzeiro precisa de time Série B para subir”.

Veja também: Cruzeiro perde em casa para o CRB e se complica na Copa do Brasil

Comentários do Facebook

Receba notícias do Mais Minas através do nosso grupo oficial do WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequado. Participe: ENTRAR.

Faça parte também das nossas redes sociaisFacebook e Instagram. Siga o Mais Minas no Google Notícias clicando aqui.