Na era digital atual, os golpes proliferam de forma alarmante, revelando a rapidez com que as fraudes se propagam. Semanalmente, surgem novos métodos de fraude, demonstrando a criatividade e aprimoramento dos criminosos.

Estes golpes não são mais perpetrados por amadores, mas sim por organizações criminosas altamente estruturadas, destacando-se pela especialização da mão de obra. Em meio a essa onda de crimes digitais, destaca-se um em particular, pelo seu potencial de causar danos significativos à população: o novo golpe do Pix, diferindo dos golpes anteriores.

Conform