Capital da Jabuticaba, Ouro Preto teve desde refrigerante a brigadeiro da fruta
Foto: Gilson Antunes

No último final de semana, Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto, se tornou a capital da fruta mais cobiçada da primavera com a realização da 31ª edição da Festa da Jabuticaba. O evento, promovido pelo Lions Club de Cachoeira do Campo, ocupou a histórica Praça Filipe dos Santos por três dias consecutivos, oferecendo uma variedade de atrações que incluem shows musicais, uma ampla oferta gastronômica, exposição de artesanato, produtos derivados da jabuticaba e mais, tudo de forma gratuita.

Esta festa, que há um ano adotou um novo modelo em que a jabuticaba é a estrela da festa, está alinhada à tendência contemporânea da Nova Cozinha Mineira. As barracas de alimentação são obrigadas a incorporar a jabuticaba em seus pratos, explorando as diversas possibilidades da fruta, promovendo a inserção de produtos derivados nos cardápios das barracas. A aposta é afiançada em novidades como a participação dos chefs Ana Sandim, Guilherme Medeiros, Juliano Caldeira, Natércia, João Bruno, Brunna Tonini, Jaime Tonini e Petterson Tonini, com a curadoria da Chef Milsane Sebastião no Cozinha Show, atividade ao vivo na qual são desafiados a criar pratos que levam  jabuticaba e derivados.

O evento teve mais de 40 atrações que se apresentaram em três palcos na festa. Foram mais de 200 pessoas que participaram do Cozinha Show, com chefs renomados que utilizaram a jabuticaba como ingrediente. Mais de 60 barracas, tendo produtos a base de jabuticaba, artesanato, cerveja artesanal e alimentação. O evento teve samba, rock, sertanejo, bandas centenárias, encontro do clube do cavalo, atração infantil e muita gastronomia.

Capital da Jabuticaba, Ouro Preto teve desde refrigerante a brigadeiro da fruta
Foto: Gilson Antunes

O prefeito Angelo Oswaldo expressou a importância cultural e comunitária da Festa da Jabuticaba em Cachoeira do Campo. Ele destaca a jabuticaba como símbolo local, enfatizando como essa fruta representa a identidade do distrito, tornando a festa um evento significativo para a comunidade.

“A jabuticaba nos oferece desde geleias até licores, enchendo as mesas com uma variedade de pratos e as melhores receitas de Cachoeira do Campo. Até mesmo no pastel de angu, a jabuticaba marca presença, tornando esta festa uma grande realização para toda a comunidade de Cachoeira”, disse o prefeito.

Apesar do destaque para a jabuticaba, a programação da festa não se limita à fruta. O entretenimento cultural oferece shows, atividades recreativas, apresentações de bandas locais e artistas que enriquecem o evento com uma atmosfera singular de alegria. Este ano, a festa contou com três palcos distintos: o palco gastronômico, o palco central da praça e o palco no largo do cartório.

Já a vice-prefeita Regina Braga, destacou a presença dos artesãos, a excelente comida, os shows envolventes e a variedade de entretenimento proporcionados pelo evento, ressaltando a qualidade da gastronomia oferecida. O secretário de Cultura e Turismo, Flávio Malta expressou a alegria de testemunhar novamente esse evento e ressalta a beleza do mesmo, com dois palcos oferecendo atrações musicais ao longo dos dias. Malta destaca a “Cozinha Show” como um ponto alto, com um chefe preparando pratos ao vivo com jabuticaba, realçando a relevância da fruta no distrito e enfatizando a ideia de Cachoeira como a Capital Mineira da jabuticaba.

“Parabéns ao Lions, parabéns a toda equipe organizadora, à Taís Castanheira com a feira de artesanatos, assim como ao Gilson Antunes da produção e a todos que participaram e se envolveram para abrilhantar ainda mais essa festa”, revelou Flavio Malta

Saulo Filardi, produtor executivo da festa, ressalta a importância histórica do evento ser realizado na Praça Filipe dos Santos. “Aqui teria ocorrido o enforcamento de Filipe dos Santos, que liderou uma revolta em Vila Rica em 1720, contra as cobranças da coroa portuguesa. Antes mesmo de ganhar nome, já tinha sido palco da Guerra dos Emboabas, conflito entre os bandeirantes, paulistas desbravadores que descobriram o ouro na região, contra os emboabas, grupo de portugueses e imigrantes das demais partes do Brasil, pelo direito de exploração das minas de ouro. 

A Festa da Jabuticaba é realizada pelo Lions Club de Cachoeira do Campo, contando com o patrocínio master da Ferro Puro Mineração, o apoio da Sicredi e o apoio da Prefeitura de Ouro Preto por meio da Secretaria de Cultura e Turismo.

NOVIDADE

A criatividade também estimulada pelo concurso de produtos e inovação culinária, que premiou várias delícias.

  • 1º lugar produto inovação: Padaria Dolci Pani 
  • 1º lugar melhor licor de jabuticaba: Dululu
  • 1º lugar melhor geleia de jabuticaba: Sandra (da oficina de produção de produtos a base de jabuticaba)