CinemaEntretenimento

Aladdin alcança o topo das bilheterias brasileiras

O filme arrecadou R$15 milhões neste fim de semana, nos cinemas nacionais

O remake da clássica animação da Disney, Aladdin, chegou ao topo das bilheterias brasileiras, na segunda semana de estreia. O filme, lançado no Brasil dia 23, bateu as estreias: Godzilla II- Rei dos Monstros e Rocketman. Os filmes estão em segundo e terceiro lugares de maior bilheteria nesta semana.

A live-action do filme original de 1992 bateu a marca de mais de US$ 450 milhões internacionalmente. No Brasil, o filme já arrecadou mais de R$ 15 milhões de bilheteria, só no último fim de semana.

O elenco do filme conta com grandes nomes do cinema, como Will Smith, que interpreta o gênio. Além do ator, o filme tem como protagonistas Menda Massound como Aladdin, Marwan Kenzari como Jafar, e Naomi Scott interpretando a princesa Jasmine.

O ator Will Smith é o Gênio da lâmpada na live-action de Aladdin – Crédito da foto: reprodução/Instagram

Trilha Sonora

A trilha sonora do clássico da Disney, em português, é interpretada pelos dubladores de Aladdin e Jasmine, Daniel Garcia e Lara Suleiman. Daniel já é conhecido também como a Drag Queen Gloria Groove. Gloria é a cantora drag queen mais ouvida nas plataformas digitais, com hits como Bumbum de Ouro, música que explodiu no carnaval de 2017.

Além deles, a música “Um mundo ideal”, uma das mais famosas do filme, ganhou uma versão pela banda Melim. A trilha sonora oficial do filme está disponível nas plataformas digitais.

Veja o trailer

Aladdin (2019)

live-action contará a história de Aladdin, um jovem humilde que se surpreende ao  encontrar uma lâmpada mágica que abriga um ser mágico que pode lhe conceder desejos. O jovem conhece  a bela Jasmine,  por quem se apaixona e agora deseja conquistá-la, mas não sabe que a moça  é uma princesa prestes a se noivar.  Com a ajuda do Gênio, Aladdin tenta se passar por um príncipe para conquistar o amor de Jasmine e a confiança de seu pai.

Facebook Comments

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios