“Amor, voy a salir con una prima”: o que tem por trás da trend de milhões?

por Elis Bohrer

Diretamente de Santiago de Los Caballeros, da República Dominicana para o mundo, os rappers Los Del Fino e a cantora Ingrid Laien gravaram dois sucessos que “bombaram” nas redes sociais brasileiras nesta semana. O diálogo entre o casal foi dublado por diversas celebridades. Pode-se ouvir “Amor, voy a salir con una prima” a cada dois vídeos na rede que prioriza vídeos publicados na web. 

“Amor, voy a salir con una prima”, o que tem por trás da trend de milhões
Los Del Fino e a cantora Ingrid Laien. Reprodução/Youtube

Vanessa Giácomo, Paloma Bernardi, Adriane Galisteu são algumas artistas que reprisaram o feat de sucesso no Tik Tok. Influenciadores como Carlinhos Maia também entraram na brincadeira. 

Além de viralizar a música “Déjame revisarte el celular 2”, internautas viralizaram outra canção dos dominicanos, a “Déjame Revisarte el Celular”. Parece que a “briga” entre casal caiu no gosto dos brasileiros. Mas o que estaria por detrás da música?

A canção em ritmo reggaeton despertou curiosidade por além de ser alto astral, ser um rap cantado em espanhol, ainda expõe como se comportam pessoas tóxicas dentro de uma relação abusiva. 

Em “Déjame revisarte el celular 2”, a cantora avisa para a namorada que vai sair com uma prima, ela responde com outra pergunta, “¿Y quién te dio permiso pa’ estar andando?”, que traduzido significa, “Quem te deu permissão para sai?”. Na sequência ele responde,”¿Y quién te está pidiendo permiso? Estoy avisando”, que em portugês significa, “E quem tá te pedindo permissão? Só tô avisando”. 

Já na música “Déjame revisarte el celular”, o trecho que mais fez sucesso é o “¡Qué tóxico! Respeta mi privacidad”. Desta vez que reclama de uma relação abusiva é a cantora, na narrativa o namorado dá um celular de presente para moça e depois fica pedindo para revisar o aparelho, no intuito de descobrir alguma traição virtual, que seja.

O fato é que a música é dançante e o reggaeton já mostrou que veio para ficar. Até mesmo a cantora Anitta gravou diversas músicas no estilo, não cantada em rap como fizeram Los Del Fino e a cantora Ingrid Laien. 

As músicas foram lançadas há um mês e já possuem mais de dois milhões de acessos no Youtube, cada uma. Estão bem posicionadas também no Spotify. 

ARTIGOS RELACIONADOS