Às vésperas da Páscoa, pastor questiona veracidade da Bíblia

O pastor Victor Azevedo, líder da Igreja Por Amor, publicou uma live no canal oficial de sua igreja cujo o tema é ‘Como Ler a Bíblia’, com o intuito de ensinar “às ovelhas” a aprenderem como deve ser feita a interpretação do livro sagrado, porém, ao questionar a veracidade das escrituras, quem acabou sendo mal interpretado foi ele.

Ao conversar sobre as sagradas escrituras com um músico, Victor disse: “Quando você fala que a Bíblia é a palavra de Deus de capa a capa, você tá levando tudo o que acontece aqui dentro a um nível de igualdade, aonde tudo o que se lê tem o mesmo valor e o mesmo poder, me parece que foi aí que Jesus perdeu o poder e completamente o lugar que ele deveria ter na vida da igreja. Se tudo aqui de capa a capa é a palavra de Deus, Jesus se tornou só mais algumas páginas da palavra de Deus”.

As pessoas entenderam que o pastor quis dizer em outras palavras que a Bíblia não é a palavra de Deus, e muitos se revoltaram via redes sociais:

Victor foi além em seus dizeres: “Um livro escrito em mil e quinhentos anos por diversos autores diferentes, em contextos diferentes, escrevendo em lugares diferentes, que um dia alguém, Constantino, não da tempo de falar de Constantino aqui, Constantino decidiu que tinha que ter um livro sagrado pra comunicar, então todo mundo foi, todo mundo não, na verdade na época de Constantino, 325 anos depois de Cristo, eles tinham mais de três mil escritos que eles consideravam sagrados, aí Constantino falou ‘Não, não quero três mil, eu quero que seja menos, tem que ser menos coisa, vocês façam um consílio e encontrem o sagrado’, então eles rasgaram várias coisas, enfim, não dá pra gente entrar na canonicidade toda, mas qual é o problema aqui, que eu queria já começar a expressando ele? Quando nós carregamos a Bíblia como palavra de Deus, então Jesus vira só mais algumas páginas dela em bem poucas por sinais, porque se você for somar a quantidade de páginas que tem Jesus vivendo são bem poucas perto de todo o resto, então você leva Jesus prum diminuitivo muito grande”, explicou o pastor.

Após a declaração, o pastor foi chamado de herege, falso profeta, entre outros nomes nas redes.

Comentários