GreveNotíciasOuro PretoPolíticaProtestoReforma da Previdência

ASSUFOP paralisa suas atividades por 24 horas nesta sexta-feira (12)

Em conjunto, a ASSUFOP, a ADUFOP e o SINASEFE IFMG produziram panfletos para serem distribuídos nesta sexta-feira (12) na cidade de Ouro Preto, a fim de mostrar a população pontos que as instituições consideram nocivos aos cidadãos caso a proposta de Reforma da Previdência seja aprovada

Na última quinta-feira (11), os Técnicos-administrativos da Universidade Federal de Ouro Preto (ASSUFOP), em assembleia, aprovaram a paralisação das atividades na universidade por 24 horas para esta sexta-feira (12).

A data marca O Dia Nacional de Luta contra a reforma da Previdência, além de luta pelas pautas da educação pública e pelos empregos. O ato foi convocado pelas centrais sindicais e pela Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA), a fim de mobilizar e pressionar o governo contra medidas contidas na proposta de reforma da previdência, além de reivindicar melhorias em órgãos públicos.

A ASSUFOP, em conjunto com a Associação de Docentes da Universidade Federal de Ouro Preto (ADUFOP) e o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE IFMG) produziram panfletos para serem distribuídos, nesta sexta-feira (12), na cidade de Ouro Preto, a fim de mostrar a população, além da comunidade acadêmica, pontos que as instituições consideram nocivos à população caso a proposta de emenda à Constituição, já aprovada pela Câmara dos Deputados na última quarta-feira (10), seja também aprovada pelo Senado e seja sancionada a lei.

“Na última quinta-feira (4), a comissão especial da reforma da Previdência aprovou o relatório final, que aniquila a seguridade social do cidadão brasileiro. O texto agora será votado no Plenário da Câmara dos Deputados, e precisa de 308 votos em 2 turnos para ser enviado ao Senado. A proposta é um profundo ataque à classe trabalhadora e aos mais pobres”, diz um dos panfletos produzidos pelos sindicatos.

Confira:

Paralisação: ASSUFOP para suas atividades por 24 horas nesta sexta
Panfleto produzido pela ASSUFOP, ADUFOP e SINASEFE – Crédito da imagem: Divulgação/ASSUFOP.

 

O outro panfleto alerta aos leitores pontos que as associações consideram como “mentiras contadas sobre a reforma da Previdência”.  Em um deles, as associações afirmam que os pontos abordados na proposta da reforma não cortarão privilégios, pois a classe política, segundo eles, não está inclusa no texto.

Veja:

Paralisação: ASSUFOP para suas atividades por 24 horas nesta sexta
Panfleto produzido pela ASSUFOP, ADUFOP e SINASEFE – Crédito da imagem: Divulgação/ASSUFOP.

 

Segundo uma publicação postada nas redes sociais da ASSUFOP, O diretor do sindicato, Thiago Caldeira, se encontra em Brasília – DF, onde acontece o ato nacional contra a reforma da Previdência e em defesa da educação pública.

Ainda de acordo com a publicação, Thiago acompanhada milhares de trabalhadores e estudantes que se reuniram frente ao Museu Nacional, no Eixo Monumental, com objetivo de protestar diante da “destruição das aposentadorias e das universidades brasileiras”.

Fechar