Atlético espera dispensar um time de 11 jogadores durante a pandemia

Desde a parada do futebol brasileiro por conta da pandemia do novo coronavírus, o Atlético é conhecido por ser o time que mais contratou em período de crise, são sete no total. Mas o Galo também soma uma lista de dispensa confirmada de mesmo número e ainda espera definir o futuro de quatro jogadores, que estão fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli para a temporada 2020. Caso esses atletas também deixem o clube, serão 11 a deixar o time apenas durante a paralisação do futebol no país.

Quem já saiu

O Atlético já anunciou a rescisão de contrato com Clayton e Franco Di Santo, além de Lucas Cândido, Dodô, Hulk e Alex Silva, quatro jogadores revelados pelas categorias de base do clube.

Além desses seis jogadores, na última quarta-feira (22), o atacante Edinho foi anunciado pelo Daejon Hana Citizen, clube da segunda divisão do futebol da Coreia do Sul. O vínculo do jogador é por empréstimo até junho de 2021, mas seus direitos econômicos foram fixados, ou seja, caso ao fim do empréstimo o time coreano tiver interesse em comprá-lo definitivamente, terá que desembolsar 2 milhões de dólares (R$ 10,3 milhões pela cotação atual). O contrato do atacante com o Galo vai até junho de 2023.

Foto: Divulgação / Daejon Hana Citizen

Quem está de saída

Também fora dos planos de Sampaoli, mas ainda sem futuro definido, o Atlético busca caminhos para Zé Welison, Ramón Martínez, Lucas Hernández e Ricardo Oliveira.

No caso de Ricardo Oliveira, há sondagens de seu antigo clube Santos, onde tem grande identificação. Nnesta semana, o torcedor foi ovacionado em suas redes sociais pelos santistas pedindo o retorno do atacante ao clube paulista.

Mas o mais complicado são as situações de Zé Welison, Ramón Martínez e Lucas Hernández que, juntos, tiveram suas contratações custando em torno de R$ 20 milhões na época e tem seus salários sustentados há mais de uma temporada. O prejuízo do Atlético com esses jogadores é certo, mas ainda assim, o clube tenta não ser totalmente negativo e tenta renegociá-los, mas a dificuldade maior para a diretoria atleticana é achar um clube que queira e com um preço viável.

Comentários