Atlético empata, perde uma posição mas permanece no G-6

por Davi Guimarães

Apesar do empate fora de casa, o Atlético permanece na zona de classificação para a próxima edição da Copa Libertadores da América. O sétimo colocado, Athletico Paranaense, também empatou sua partida. Em casa, o Furacão também ficou no 1×1 diante do Fortaleza. Com isso, o Galo permanece no G-6, 4 pontos à frente do rubro-negro paranaense.

Atlético empata, perde uma posição mas permanece no G-6
Foto: Pedro Souza / Atlético
Igor Gomes substituiu Hulk, suspenso, e fez boa partida. Foto: Pedro Souza / Atlético

O Jogo

Na partida entre Corinthians x Atlético, na Neo Química Arena, a equipe mandante comandou as ações ofensivas na primeira etapa. Aos 22 minutos, o paraguaio Ángel Romero subiu mais alto que todo mundo e abriu o placar para o timão. A única jogada de perigo do Atlético foi aos 41 minutos de jogo, após escanteio cobrado por Igor Gomes, Mauricio Lemos cabeceou e a bola foi pra fora.

Na volta para o segundo tempo, a conversa de Felipão no vestiário logo surtiu efeito. Aos 40 segundos, Pedrinho faz boa jogada e acha Paulinho na área que cabeceou forte, mas Cássio fez boa defesa. A partir daí, o Galo tomou as rédeas do jogo. Aos 21, após uma bela trama ofensiva alvinegra, a bola sobra para Paulinho na pequena área. O artilheiro do Brasileirão não perdoou e empatou a partida e São Paulo.

Pedrinho fez boa partida no reencontro com o Corinthians. Foto: Pedro Souza / Atlético

Após o gol de empate a partida se nivelou. Tanto Galo quanto o Timão buscaram o gol a todo instante dando toques de grande jogo na Arena. Ao fim, com o 1×1 o Galo perde uma posição, caindo pra sexta posição por conta da vitória do Flamengo diante do Palmeiras.

Confira os melhores momentos da partida entre Corinthians 1×1 Atlético-MG

Fala Paulinho

O atacante do Galo, que mesmo sem Hulk, foi protagonista e conseguiu arrancar o empate em um confronto na Neo Quimica Arena, falou um pouco sobre a importância do resultado e sobre o desempenho da equipe na noite dessa quinta-feira (9).

Paulinho mais uma vez decisivo. Agora são 28 gols marcados na temporada em 56 jogos. Média de 0,5 gol por partida.

“Sensação de que poderíamos ter ganhando o jogo. Nosso poderio ofensivo era melhor com a bola, mas o Corinthians tem a característica de fechar as linhas, dificultar as infiltrações, jogo ficando preso. Tínhamos mais os lados para jogar.

Conseguimos acertar o time, colocar mais ofensividade e fazer o gol. Um ponto aqui era importante para nós. A parada é continuar somando ponto. Vai ser importante o jogo em casa e conseguir a vaga na Libertadores.

Como eu sempre digo, voltei para o Brasil para resgatar meu prazer de estar em campo, ir para o treino, buscar títulos. Feliz de viver esse momento.

Galo me deu essa oportunidade. Caetano e meu empresário me venderam bem a ideia de que iríamos competir e era o melhor time de voltar. Feliz de viver esse momento. Tínhamos de tudo para ter um ano melhor, muita coisa acontece, oscilamos, mas vamos buscar a vaga na Libertadores, porque o Galo merece estar nessa competição.”

Paulinho, artilheiro do Brasileirão com 17 gols.

Leia também: