Atores de The Big Bang Theory produzirão série para a Fox

Após viverem o casal Sheldon e Amy em The Big Bang Theory por mais de 10 anos, os atores Jim Parsons e Mayim Bialik trabalharão novamente juntos numa parceria promissora em “Carla”, a nova série da Fox que terá a dupla como produtores executivos.

O programa aparece como uma versão de “Miranda”, uma comédia da televisão britânica escrita e estrelada pela comediante Miranda Hart, que foi originalmente exibida na BBC, em 2009.

A nova história se dará em torno da vida de uma mulher, de aproximadamente 40 anos, que usa as economias que seus pais guardaram para seu casamento para abrir uma cafeteria. Além de produzir a série, a intérprete de Amy em The Big Bang Theory também atuará em Carla, ficando com o papel principal da trama.

Carla ainda não tem data de estreia definida.

Após fim de The Big Bang Theory, Jim Parsons produziu série para a Netflix 

Com o fim anunciado de The Big Bang Theory para o primero semestre de 2019, os atores da série logo embarcaram em outros trabalhos. O mais famoso deles, Jim Parsons, logo foi anunciado como um dos produres de “Special”, série da Netflix. Special foi descrita como uma série de comédia baseada em um livro de memórias do escritor Ryan O’Comell, derivada de sua obra “I’m Special: And Other Lies We Tell Ourselves” ( Sou Especial: E Outras Mentiras Que Contamos A Nós Mesmos).

O programa, que já disponível na plataforma de streaming da empresa desde abril, conta a história de um homem gay com leve paralisia cerebral. Ao tentar esconder sua verdadeira condição para ir em busca da vida que deseja, o jovem decide afirmar a todos que sua deficiência decorre de um acidente de trânsito.

Antes mesmo do fim da série que o apresentou para o mundo, Jim Parsons também atuava como produtor executivo e narrador do spinoff de The Big Bang Theory, “Young Sheldon”, e já participou, ao lado de Zac Efron (High School Musical) em Extremely Wicked, Shockingly Evil e Vile, um longa metragem sobre o serial killer Ted Bundy produzido pela Netflix.

Comentários