Big Brother Brasil: os 10 maiores estrategistas da história do programa

A eliminação de Pyong Lee na última terça-feira (17) levantou um debate sobre o tamanho do hipnólogo como jogador entre as 20 edições do Big Brother Brasil. Controverso, o youtuber era, de fato, um estrategista. Porém, ao logo da história, diversos nomes se destacaram e provocaram jogadas geniais que levaram o público do BBB à loucura.

Curiosamente, a maioria deles não venceu o reality show. Isso porque os estrategistas assumidos dificilmente caem nas graças do público. Em boa parte dos casos, são encaradores como manipuladores e vilões das tramas.

Na lista, estão presentes diversos participantes que saíram odiados pelo Brasil, mas que movimentaram as peças do tabuleiro no BBB.

Jean Massumi – BBB 3

O brother é considerado uma lenda para os fãs do reality. Inteligente e com diferenciada leitura de jogo, comandava a “Máfia das Cuecas” na terceira edição. Articulou a formação do paredão entre o casal Dhomini e Sabrina Sato e ficou na quarta colocação.

Big Brother Brasil: os 10 maiores estrategistas da história do programa
Massumi foi um dos primeiros estrategistas do programa – Créditos da foto: Reprodução/TV Globo

Rogério Padovan – BBB 5

Popularmente conhecido como Doutor Gê, o médico foi um dos maiores estrategistas da história do programa global. Em sua edição, rivalizou com o campeão Jean Wyllis que, inclusive, foi quem o indicou ao paredão. Considerado uma figura de vilania, Rogério foi eliminado com 92% dos votos, mas não perdeu a pose. Em sua saída, o brother disparou: “Quanto mais eu conheço os homens, mais eu gosto dos cachorros. Falar de mim é fácil, difícil é ser eu”.

Big Brother Brasil: os 10 maiores estrategistas da história do programa
O eterno Dr. Gê – Créditos da foto: Reprodução/GShow/Arquivo Pessoal

Alberto “Cowboy” – BBB 7

Mineiro, o participante foi o principal algoz de Diego Alemão no BBB 7. Um de seus principais feitos foi manipular toda a casa e colocar, frente à frente, em paredão, o casal formado por Íris e Alemão. Foi o 11º eliminado da edição, em duelo contra seu eterno rival Diego Alemão.

Big Brother Brasil: os 10 maiores estrategistas da história do programa
A icônica prova da gaiola entre Alberto e Alemão – Créditos da foto: Reprodução/Globo

Max Porto – BBB 9

O grande campeão da nona edição foi uma das exceções à regra. Aliando carisma à estratégia, o artista plástico levou o prêmio. Fora da casa, Max estudou o confinamento antes de entrar na casa e foi determinado chegando, assim, ao título do programa.

Créditos da foto: Fabrício Mota/Globo/Divulgação

Marcelo Dourado – BBB 10

Talvez, o maior nome da história do Big Brother Brasil. Após fracassar na quarta edição, o gaúcho retornou e conquistou o Brasil em 2010. Autêntico e estrategista, o lutador protagonizou uma inesquecível rivalidade com Dicésar. Com 60% dos votos, levou o prêmio de R$ 1,5 milhão.

O marcante Dourado – Créditos da foto: Reprodução/GShow

Lia Khey – BBB 10

Grande aliada de Marcelo Dourada, a sister tinha grande facilidade em mover as peças do tabuleiro. Terminou o jogo na quarta colocação.

Lia se destacou no BBB 10 – Créditos da foto: Reproução/Gshow

Talula Pascoli – BBB 11

Teve ativa participação e planejou o jogo em sua edição. Possuiu uma liderança silenciosa e comandou a Xepa da temporada.

Big Brother Brasil: os 10 maiores estrategistas da história do programa
Talula foi uma participante bem popular – Créditos da foto: Divulgação/Globo

Cezar Lima – BBB 15

O paranaense apostou em um personagem resiliente, caricato e, quando necessário, estrategista. Essa receita resultou no título para o brother.

Big Brother Brasil: os 10 maiores estrategistas da história do programa
Cezar levou para a casa R$ 1,5 milhão – Créditos da foto: Reprodução/Globo

Diego Sabádo – BBB 18

Frio e calculista, o participante conseguiu construir vários paredões que desejava. Com uma excelente leitura de jogo e bom poder argumentativo, Diego tinha domínio do jogo interno, mas não possuía o carinho do público e foi o oitavo eliminado.

O ex-BBB Diego Sabádo – Créditos da foto: Reprodução/Gshow

Pyong Lee – BBB 20

O mágico tentou jogar de fato. Diversas vezes na casa, o coreano aparecia contando feijões, como forma de planejar o paredão. Durante a temporada, o youtuber liderou e, até mesmo, manipulou a hegemônico “Comunidade Hippie”. Outro episódio marcante de Pyong foi quando o hipnólogo conseguiu convencer várias pessoas da casa a votarem em Hadson, e colocou o paraense no paredão. Contudo, o maior erro do brother foi a arrogância. Desta forma, se colocou no paredão e foi eliminado.

Eliminado do BBB 20, Pyong Lee deixa de seguir Daniel, Ivy e Marcela, e passar a seguir Babu e Prior no Instagram
Pyong Lee esteve no BBB 20 – Créditos da foto: Reprodução/Twitter/Pyong Lee

Veja mais: Big Brother Brasil: Relembre todos os vencedores da casa mais vigiada do Brasil

Comentários