Belo Horizonte tem cinco casos confirmados de coronavírus

Belo Horizonte aumentou mais quatro casos confirmados de coronavírus da última segunda-feira (16) até esta terça-feira (17), totalizando cinco casos, de acordo com o Informe Epidemiológico divulgado hoje pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Os pacientes diagnosticado com coronavírus são: uma mulher de 34 anos com transmissão local; um homem de 45 anos que viajou para Áustria; um homem de 72 anos que viajou para os Estados Unidos; um homem de 34 anos que teve transmissão comunitária do vírus; um homem de 48 anos que viajou para os Estados Unidos recentemente.

A transmissão local é quando a fonte da infecção é conhecida, ou até a quarta geração de transmissão. Já a comunitária acontece quando não há como relacionar a outros casos confirmados.

Os casos importados são os que foram contraídos por pessoas que viajaram para outros países, e é os que foram identificados nos primeiros casos diagnosticados em Minas Gerais e no Brasil.

Em Belo Horizonte, além dos cinco casos confirmados de coronavírus, 265 casos são suspeitos e 41 foram descartados. Na Região Metropolitana, em Betim são nove casos suspeitos e um descartado; em Brumadinho há dois casos suspeitos; em Caeté e Confins há um caso em investigação; em Contagem já são 44 casos suspeitos e quatro descartados; em Ibirité são três casos em investigação; em Lagoa Santa tem 10 casos sendo investigados; em Nova Limas são 19 casos suspeitos, um confirmado e cinco descartados; em Nova Serrana são dois casos em investigação; e em Nova União o único caso suspeito já foi descartado.

Confira o Informe Epidemiológico desta terça-feira (17) completo:

[pdf-embedder url=”https://maisminas.org/wp-content/uploads/2020/03/BOLETIM_COES_COVID_MG_19_-_17-03-2020.pdf” title=”Belo Horizonte tem cinco casos confirmados de coronavírus”]

Ao todo, em Minas Gerais são 14 casos confirmados de coronavírus, 692 suspeitos e 88 descartados.

Medidas de prevenção da Prefeitura de BH

Durante a tarde desta terça-feira (17), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou uma série de medidas preventivas para conter a pandemia do Coronavírus. Com isso, todos os serviços do Poder Executivo da capital mineira até o dia 3 de abril. Entretanto, segundo as próprias falas de Kalil, não será férias, mas trabalhar de dentro de casa, e que a ideia é de esvaziar os prédios e evitar aglomerações.

A Prefeitura de Belo Horizonte também suspendeu eventos públicos e privados, como cinemas, shows, peças de teatros e feiras, a partir desta quarta-feira (18). As escolas municipais também tiveram suas aulas suspensas a partir de a próxima quinta-feira (19).

Comentários