Belo Horizonte tem primeiro caso confirmado de coronavírus

Belo Horizonte tem seu primeiro caso confirmado de coronavírus. A informação foi dada através do Informe Epidemiológico da Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES), que foi divulgado na tarde desta segunda-feira (16). O caso confirmado é de uma mulher de 34 anos, e a forma e o local da contaminação ainda estão sendo investigados.

Além de Belo Horizonte, Divinópolis, Ipatinga e Patrocínio também têm, cada uma, um caso confirmado de coronavírus. Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, já tem dois casos. Todos tiveram viagens para o exterior.

Ainda na capital mineira, são 153 casos de coronavírus em investigação e 41 descartados. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Betim tem sete casos sendo investigados e um já foi descartado; em Contagem 24 casos em investigação e quatro descartados; Brumadinho teve seu primeiro caso suspeito da doença; já em Nova Lima são 14 casos suspeitos e cinco descartados; Pedro Leopoldo tem três casos suspeitos; e Sabará tem quatro casos sendo avaliados; Nova União, onde havia um caso suspeito, foi descartado.

Confira o informe epidemiológico de 16/03:

[pdf-embedder url=”https://maisminas.org/wp-content/uploads/2020/03/BOLETIM_COES_COVID_MG_19_-_16-03-2020_2.pdf” title=”Belo Horizonte tem primeiro caso confirmado de coronavírus”]

Ao todo, em Minas Gerais, são seis casos confirmados, 420 em investigação e 85 descartados, dando o total de 511 notificações.

Prefeitura de Coronel Fabriciano confirma um caso

Apesar de não constar no mais recente Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a prefeitura de Coronel Fabriciano confirmou no último domingo (15) um caso de coronavírus na cidade. Trata-se de uma mulher de 32 anos. Como forma preventiva o Hospital Dr. José Maria Morais, suspendeu as visitas aos pacientes e está realizando todos os procedimentos de higiene necessários. O município também já suspendeu a visita ao Lar dos Idosos.

UFMG suspende aulas

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) anunciou, na tarde desta segunda-feira (16), que irá suspender as aulas presenciais a partir da próxima quarta-feira (18) por tempo indeterminado, devido o agravamento da contaminação do coronavírus. A decisão foi tomada após uma série de reuniões internas com os membros da instituição.

Há três dias atrás, na última sexta-feira (13), a UFMG havia decidido manter as aulas e divulgou formas preventivas para evitar a doença, porém, nesta segunda a instituição decidiu suspender as aulas como uma forma de dar segurança à comunidade institucional.

Comentários