Bloco “Baianas Ozadas” mistura a harmonia mineira com a essência baiana no carnaval de BH

Destaques

Idoso de 83 anos cai em buraco de oito metros e sofre diversas lesões, em Congonhas

Um homem, de 83 anos, caiu em um buraco de aproximadamente oito metros e precisou ser resgatado pelo Corpo...

Prefeitura de Conselheiro Lafaiete negocia ampliação do sistema de saúde para atender pacientes com suspeita e confirmação do coronavírus

A Prefeitura de Conselheiro Lafaiete informou na última quinta-feira (2) que irá ampliar a capacidade para atendimento e assistência...

Fhemig atende 770 ocorrências de acidentes domésticos em 2020 e bombeiros fazem alerta durante a quaretena

De acordo com os dados fornecidos pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) revelaram que 8.064 pessoas...

Ministério da Saúde diz que primeira morte por coronavírus no Brasil aconteceu em Minas Gerais, em janeiro

Em coletiva realizada na quinta-feira (2), o Ministério da Saúde afirmou que a primeira morte por coronavírus (COVID-19) no...

Uberlândia confirma duas mortes causadas pelo coronavírus

A Prefeitura de Uberlândia confirmou, na noite de quinta-feira (2), o resultado positivo para o coronavírus (COVID-19) como causa...

Dorival Caymmi, Riachão, Dodô e Osmar, Moraes Moreira, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Olodum, Ilê Aiyê, Timbalada, Banda Eva, Bamdamel, Cheiro de Amor, Asa de Águia, Ivete Sangalo, Saulo, Psirico e Léo Santana. Esses nomes te fazem lembrar de alguma coisa? Esses artistas fazem parte do repertório do Bloco Baianas Ozadas, que sai às ruas de Belo Horizonte na segunda-feira de carnaval. 

Criado em 2012, esse bloco “mineiro baiano” traz às ruas ritmos, sotaques e alegria. Com sons e muito axé eles misturam a harmonia mineira com a essência baiana, acompanhado por saias, turbantes e balangandãs. 

Em entrevista exclusiva ao portal Mais Minas, Geo Cardoso, idealizador e vocalista do bloco conta um pouco mais sobre a trajetória do “Baianas Ozadas” e explica a mistura de estados e ritmos.

 

RECEBA NOTÍCIAS DIARIAMENTE NO SEU E-MAIL:

A Bahia em Minas Gerais

Idealizador do bloco, Geo Cardoso é nascido em Ilhéus, na Bahia e hoje é morador de Minas Gerais, na capital do estado. A ideia de criação veio em 2012, inicialmente para colocar os amigos vestidos de baianas para invadir o antigo bloco “Cacete de Agulha”.

Através da ideia é que surgiu o nome “Baianas Ozadas”, pessoas vestidas como baianas, entrando de maneira ousada em outro bloco. “O ‘ozadas’, grafado desta forma é como os baianos pronunciam” explica Geo.

Um ano depois, em 2013, “Baianas Ozadas” passou a ser um bloco de fato e ensaiava sua primeira bateria para então desfilar pelas ruas de Belo Horizonte e fazer o seu cortejo, que hoje, embala milhões de foliões.

Além da história contada por Geo, a proposta veio também de uma lembrança muito íntima e particular. De acordo com ele, a proposta de trazer a Bahia para Minas surgiu de forma natural. “Por ser um folião do carnaval baiano, por ter tido contato com o maior bloco que existiu na minha cidade, Ilhéus, ainda na década de 90. Eu passava férias lá e em época de carnaval a casa de minha tia vivia movimentada por primos e amigos. Meu tio era um dos diretores do bloco. Acredito que isso de certa forma influenciou bastante, sem eu saber o que o futuro reservava”, explica.

O idealizador afirma ainda que o público mineiro sempre foi consumidor do carnaval e da música baiana, o que fez com que o bloco crescesse e se tornasse sucesso em tão pouco tempo.

A mistura de ritmos

Bloco "Baianas Ozadas" mistura a harmonia mineira com a essência baiana no carnaval de BH
Baianas Ozadas no carnaval de 2019 – Crédito da foto: Mais Minas

“Acredito que musicalmente a Bahia tem muito da influência e referência dos músicos daqui. A música mineira é cheia de harmonia, com melodias bem construídas”, fala Geo sobre a mistura de ritmos do Baianas. 

De acordo com o idealizador, o arranjo trazido pelos músicos do “Baianas Ozadas” traz muito da música mineira e do Olodum, que fazia parte do carnaval da Bahia nos anos 90. Nomeado como “axé music”, de acordo com Geo o ritmo do bloco possui uma forte marca de “mineiridade”, explicando ainda que o bloco “Tem forte influência da Bahia, claro, mas tem muito de Minas também”. 

Baianas Ozadas e o carnaval de 2020

Assim como o bloco “Garotas Solteiras“, o Baianas também homenageia a cada ano um nome ou movimento da sua cultura. Para 2020 o homenageado é o artista Gilberto Gil e a temática será “Realce – quanto mais ozadia melhor”.

Gilberto Gil é um grande nome da Música Brasileira e é natural de Salvador, na Bahia. Entre sua história no ramo musical está os festivais, a Tropicália, o exílio, a resistência, o engajamento político e as premiações. Gil foi, e ainda é, nome importante no cenário não só musical, mas também brasileiro em movimentos de repressão e resistência.

Além da temática de 2020, o bloco levará para Belo Horizonte uma programação com “Os Baianinhas“, a ala infantil do carnaval e logo depois a lavagem das escadarias da igreja São José, “que já virou uma tradição no carnaval de Belo Horizonte, que o Baianas realiza” explica Geo. 

A concentração continua no mesmo local dos últimos anos: na Avenida Afonso Pena, em frente a Igreja São José.

E assim, para finalizar a entrevista, o idealizador e vocalista do bloco expressa sua admiração pelo carnaval da capital mineira, “O bacana do carnaval de BH é ser diverso, plural. Tem bloco para todo tipo de gosto e isso faz dele uma festa acolhedora”.

Leia também: Em entrevista exclusiva, bloco “Funk You” conta sobre as novidades para o carnaval de Belo Horizonte

Recentes

Resultado da Lotomania 2062: veja os números de sexta-feira, 03/04

Com um prêmio estimado em R$ 1,5 milhão, o sorteio da Lotomania 2062 acontece na noite desta sexta-feira, 03...

Resultado da Lotofácil 1949 de sexta-feira (03/04)

Com um prêmio de R$ 1,5 milhão, o concurso 1949 da Lotofácil é sorteado nesta sexta-feira, 03 de abril de 2020, às 20h, em...

Veja o resultado da Quina 5237 de sexta-feira, 03/04

Com um prêmio de R$ 1,6 milhão, o sorteio do concurso 5237 da Quina acontece nesta sexta-feira, 03 de abril de 2020, às 20h,...

Conheça Cecilia Krull, a intérprete do tema de abertura de ‘La Casa de Papel’

"Se eu ficar com você, se eu estiver escolhendo errado, eu não me importo… Se eu estiver perdendo agora, estarei ganhando mais tarde, isso...

Idoso de 83 anos cai em buraco de oito metros e sofre diversas lesões, em Congonhas

Um homem, de 83 anos, caiu em um buraco de aproximadamente oito metros e precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros (CBMMG) e Serviço...
- Advertisement -

Leia mais