Bloco Conspirados abre o carnaval de Ouro Preto trazendo uma mistura de loucura e sanidade aos foliões

NEWSLETTTER

RECEBA O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS DIARIAMENTE
Digite seu Nome:

Digite seu E-mail:

Escolha o tipo e/ou às localidades que você deseja receber notícias -

Destaques

Resultado da Mega-Sena 2249, Quina 5238 e outras loterias de sábado (04/04)

Aconteceu na noite deste sábado, 04 de abril de 2020, os sorteios da Mega-Sena, Dia de Sorte, Quina e...

Estudante da UFOP é encontrado sem vida e primeiro exame para Covid-19 dá negativo

O corpo de um homem de idade ainda não informada foi encontrado na noite dessa sexta-feira (4) dentro de...

Coronavírus: crianças homenageiam profissionais da saúde de Congonhas

Os profissionais de saúde de Congonhas foram surpreendidos com palavras e desenhos de gratidão de dezenas de crianças congonhenses....

Incêndio em fábrica de Ribeirão das Neves deixa uma pessoa ferida

Um senhor de idade ainda não divulgada foi vítima das chamas que atingiram a fábrica de tecido Ematex, localizada...

Vale é obrigada a retirar animais de área de barragem em Ouro Preto

Após elevação do nível 2 de emergência na mina Doutor, em Ouro Preto, ocorrida na última quarta-feira, 1º de...

Criado em 2000, em Ouro Preto, o Bloco Conspirados traz para as ruas da cidade alegria e muito brilho. O bloco é composto por usuários, familiares e profissionais da Rede Municipal de Atenção Psicossocial. Abrindo o carnaval da cidade histórica de Ouro Preto, os Conspirados desfilaram na tarde de ontem, quinta-feira (20), passando pela praça Tiradentes, rua das Flores, rua São José, Largo da alegria, rua Getúlio Vargas e terminando no Largo do Rosário.

Com faixas, cores, máscaras e outros adereços, o cortejo feito pelos atendidos do CAPS, familiares e funcionários coloriram as ruas de Ouro Preto em comemoração aos 20 anos do bloco. Paulo Cesar Francisco, psicólogo do Centro e um dos organizadores do cortejo, afirma que o bloco inaugura o “desprendimento do preconceito”, completando que “todos que saem no bloco tem um pouco de loucura e um pouco de sanidade, até porque sanidade total não faz bem a ninguém, mas sim um pouquinho de loucura e alegria desprendida de preconceitos”.

Bloco Conspirados abre o carnaval de Ouro Preto trazendo loucura e sanidade aos foliões
Crédito da foto: Rômulo Soares/Mais Minas

Além de trazer a questão de loucura, sanidade e alegria, o psicólogo acrescenta a função social que o CAPS representa, em paralelo ao carnaval, uma vez que a festa em questão une pessoas diferentes e tem seu lugar para manifestações sociais e culturais. “Principalmente o carnaval de rua, que agrega todo mundo e possibilita que todo mundo mostre suas caras e suas máscaras. É onde você pode ser o que você não pode ser no dia a dia (…) O carnaval pode ser algo de mudança, desde que potencialize para a sua vida”.

Ao final do cortejo, saindo da Praça Tiradentes e descendo ladeiras, o resultado e o sentimento que fica é de dever cumprido de continuar escrevendo essa história que há 20 anos traz para as ruas de Ouro Preto um pouco de loucura e sanidade. “Estou satisfeito com o resultado. Acho que a gente veio com alegria e agora vamos ver a alegria permanecer. Uma alegria de muita tranquilidade e respeito ao outro”, finaliza Paulo.

*Reportagem de Rômulo Soares

 

- Advertisement -