BolsonaroJair BolsonaroNotíciasPolítica

Bolsonaro faz declaração polêmica sobre governador do Maranhão: “O pior”

Fala foi gravada por câmera durante conversa informal antes de café da manhã com jornalistas

O presidente Jair Bolsonaro causou indignação e revolta, mais uma vez, na última sexta-feira (19). Informalmente, uma conversa de Bolsonaro com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, foi captada por microfones quando os dois sentaram à mesa com jornalistas e veículos estrangeiros em café da manhã no Palácio do Planato. Na parte captada, Bolsonaro critica o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao falar “Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”. Além disso, também aconselhou o ministro da Casa Civil, a ‘não dar nada a ele’, dizendo “Não tem que ter nada para esse cara”, afirmou o presidente.

Uma emissora pública ligada ao governo, a TV Brasil, é quem captou o áudio. Eles transmitiam o café da manhã ao vivo na íntegra. O restante da conversa é inaudível, fazendo com que não seja possível entender o contexto completo do que eles diziam.

Manuela D’Ávila postou em seu instagram o trecho da conversa e explicou o que significa o termo “Paraíba” usado por Bolsonaro:

A cantora Alcione também se pronunciou:

Governadores do Nordeste do país, por carta distribuída pela assessoria de Dino na noite de sexta-feira, consideraram a fala como uma forma de retaliação. Na carta, eles cobram explicações do presidente. Afirmam que receberam “Com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional”. E concluem “Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”.

A nota ainda diz “Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população”.

Nas redes sociais, os governadores do Maranhão e da Paraíba também se posicionaram abertamente:

Leia a íntegra da carta:

“Carta dos Governadores do Nordeste

19 de Julho de 2019

Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional. Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia.”

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou que não irá comentar.
Na próxima semana, Bolsonaro tem uma viagem prevista para o Nordeste,  onde participará da inauguração de um aeroporto em Vitória da Conquista, na Bahia.

Fechar