Com nova cheia do Rio Pomba, 46 pessoas ficaram desabrigadas e 200 desalojadas em Cataguases

Após uma nova cheia do Rio Pomba, em Cataguases, 46 pessoas ficaram desabrigadas e 200 desalojadas, nesta quinta-feira (5). De acordo com a medição da Defesa Civil, o nível do rio alcançou 7,51 metros, sendo que o seu limite é de 5,5 metros.

Diversas ruas foram alagadas, já que o Rio Pomba corta toda a cidade de Cataguases, inclusive, as vias centrais e de acesso ao município também foram cobertas pela água do rio, o que causou no fechamento precoce do comércio e a suspensão das aulas nas escolas públicas.

Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura municipal, o principal acesso da cidade, realizado pelo Bairro Vila Minalda, permanece interditado e sem previsão de liberação para o tráfego de veículos.

A Defesa Civil emitiu um alerta pedindo que a população transite pelas ruas só em caso de extrema necessidade, principalmente com veículos, para facilitar o socorro de vítimas e de o do auxílio para a retirada de móveis de casas.

Gabinete de crise

Com toda a dificuldade que Cataguases passa devido às chuvas, a prefeitura municipal decidiu instalar um gabinete de crise por tempo indeterminado.

Segundo o prefeito Willian Lobo (PSDB), essa foi a terceira enchente de grande porte em menos de dois meses em Cataguases, devido ao volume de chuvas que caiu na região em que o Rio Pomba atravessa.

Mortes por chuvas confirmadas em Minas Gerais

O período de chuvas parece não dar trégua ao cidadão mineiro, o início de 2020 tem sido de diversas ocorrências quanto à desabamentos, alagamentos e desalojamentos, além de óbitos.

O Tenente Coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil, confirmou 61 vítimas fatais em Minas Gerais, até janeiro deste ano. E ainda, no boletim sobre os municípios que estão em estado de emergência consta que 213 cidades se encontram em graves condições com o período chuvoso.

Os municípios de Catas Altas, Ibirité, Muriaé, Orizânia e Taparuba já decretaram situação de calamidade pública até então.

Em todo o estado, o número de pessoas desabrigadas é de 16.011. Já a quantidade desalojados é de 3.103, somatizando aos óbitos, o número de afetados pelas chuvas no estado de Minas Gerais é de 19.174 pessoas.

Veja também: Período de chuvas piora situação de barragens com risco de rompimento em Minas Gerais

Comentários estão fechados.