Vale Categoria

Peças sacras recuperadas na lama são restauradas em Mariana
Cerca de 2.500 peças e fragmentos relacionados a fé católica foram encontrados nos distritos de Bento Rodrigues, Paracatu de Baixo e Gesteira, povoados destruídos após o rompimento da barragem de Fundão, em 2015, no município de Mariana. A tragédia, primeira envolvendo barragens de rejeito, matou 19 pessoas e destruiu ecossistemas. Muitas peças barrocas encontradas datam do século XVIII e possuem grande importância devocional para os moradores. Para as comunidades, as obras representam também um elo cultural e um valor religioso imensurável. Deste modo, recuperar as peças é fundamental para aLeia Mais
UFMG será perita em ações sobre tragédia de Brumadinho
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) liberou um repasse de R$ 22,463 milhões para que a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) atue como perita em ações judiciais que envolvam o rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho. O recurso saíra do montante que foi bloqueado nas contas da mineradora em decorrência da tragédia. Dessa forma, entre as atividades, a universidade irá elaborar estudos sobre os danos causados na tragédia ocorrida em 25 de janeiro deste ano, que deixou mais de 200Leia Mais
Relatório da CPI das Barragens recomenda indiciamento da Vale
O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Belo Horizonte. De acordo com o documento, as barragens se mostraram uma ameaça potencial, visível e latente à segurança hídrica da capital mineira. Segundo a Câmara Municipal, a comissão recomenda o indiciamento da Vale e quer que a empresa seja responsabilizada por dano aos recursos e bens do Estado, pagando multa e indenização ao Município de Belo Horizonte. O relator da CPI das Barragens e das Águas, vereador Irlan Melo (PL), definiu o comportamentoLeia Mais
Vale atualiza quadro com muitas vagas de emprego em Minas Gerais
A mineradora Vale atualizou o seu quadro de oportunidades na semana passada, disponibilizando dezenas de vagas de emprego para diversas cidades do estado de Minas Gerais. Atualmente, oferece postos de trabalho em Nova Lima, Itabirito, São Gonçalo do Rio Abaixo, Congonhas, Rio Piracicaba, Mariana, Itabira. Para a cidade de Nova Lima, há oportunidades na Vale para as seguintes funções: Técnico Controle Processo I; Supervisor Manutenção Preditiva; Engenheiro Pleno; Soldador I; Mecânico I; Eletricista I; Inspetor Manutenção Especializado; Analista de Gestão Integrada; Médico Auxiliar Sênior; Topógrafo II; e diversas vagas destinadasLeia Mais
Vale paralisa obras em barragem na cidade de Itabira
A mineradora Vale paralisou as obras na barragem Itabiruçu, em Itabira, na região central de Minas Gerais. No local estavam acontecendo uma obra de alteamento. De acordo com a Vale, não há nenhum risco de rompimento e a medida foi preventiva. Segundo a mineradora, as obras foram paralisadas pois foram identificadas alterações decorrentes de assentamentos no terreno. Vistorias já foram realizadas no local. De acordo com a Vale, a decisão da paralisação foi feita atendendo a orientação do projetista da obra. A mineradora ainda afirmou que, em obras como essa,Leia Mais
Por falta de verba, o jornal A Sirene tem sua distribuição interrompida
O rompimento da barragem da Samarco/Vale em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, foi uma tragédia que abalou o país. A lama levou consigo todo o distrito e 19 vidas. Por muito tempo, ela foi pauta de grandes veículos midiáticos, mas a realidade é que depois de um tempo, a tragédia acabou sendo esquecida como tantas outras. Para lutar contra esse esquecimento e mostrar as consequências da tragédia na vida dos atingidos é que surgiu o jornal “A Sirene”. Agora, mais uma vez essas pessoas são atingidas. A única forma queLeia Mais
Brumadinho: Vale firma acordo para indenizar familiares de vítimas mortas
Um acordo firmado na última segunda-feira (15), entre a Vale e o Ministério Público do Trabalho (MTP), homologado em Betim, pela 5ª Vara do Trabalho, determina que a mineradora deverá pagar uma indenização de R$ 400 milhões aos familiares de funcionários vítimas da tragédia ocorrida em Brumadinho, em janeiro deste ano. Pelo acordo, fica estabelecido que a empresa deverá pagar cerca de R$ 700 mil para cada cônjuge, companheiro, filho, mãe e pai dos funcionários da empresa que morreram em decorrência do rompimento da barragem da Mina do Córrego doLeia Mais
Dez suspeitos de aplicar golpe em indenizações da Vale são presos
A Polícia Civil prendeu 10 pessoas suspeitas de aplicar golpe para receber indenizações da Vale pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Na segunda-feira (8), três pessoas foram presas. As outras sete já haviam sido detidas na última quinta-feira (4). Os suspeitos falsificaram documentos, alegando que moravam em Brumadinho e teriam sofrido perdas com o rompimento da barragem. Os moradores do município em questão têm direito a indenização, por acordo com o Ministério Público. Entretanto, parte do grupo de suspeitos, moravam em Sarzedo, cidade vizinha de Brumadinho. Então, dos 10 presos,Leia Mais
CPI aponta 14 responsáveis pelo rompimento da barragem de Brumadinho
O senador Carlos Viana (PSD-MG), responsável pela CPI que investiga a tragédia em Brumadinho, vai apresentar, ainda nessa terça-feira, o parecer solicitando o indiciamento de 14 pessoas que seriam diretamente culpadas pela tragédia. Dentre elas, estão o ex-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, e também alguns empregados da empresa alemã Tüd Süd, responsável pela regulamentação da segurança da barragem. O indiciamento se deve a ligação dos cargos a que estes ocupavam com às irresponsabilidades fiscais do desastre. Segundo o senador, há um ano a estrutura da barragem já apresentava sinais gravesLeia Mais
A detonação de explosivos dentro do complexo onde fica a mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, foi confirmada ontem (25), pelo delegado Luiz Otávio Paulon, da Delegacia de Meio Ambiente de Minas Gerais, data que a tragédia completa exatos 5 meses. Segundo o delegado, as detonações teriam acontecido pouco tempo antes do rompimento da barragem, que aconteceu em 25 de janeiro. No entanto, a Vale nega que o fato tenha ocorrido antes do rompimento da barragem de Brumadinho. Apesar da informação divulgada, não se sabe se o episódio influenciou oLeia Mais
Eleições em Itabirito são adiadas para Setembro
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Itabirito adiou as eleições suplementares para prefeito do município. A eleição, que aconteceria no dia 7 de julho, foi suspensa por um pedido da Defesa Civil da cidade. A nova data para as eleições foi remarcada para o dia 1° de Setembro. O adiamento foi feito por medidas de segurança, após a vale reafirmar o risco de rompimento das barragens do município. As barragens Forquilha I e III, da Vale, estão no nível 3 de risco, dessa forma, o rompimento é iminente. No pedidoLeia Mais
Além de reduzir impactos ambientas, a fábrica de artefatos deve gerar cerca de 90 empregos já na fase de construção. Crédito da foto: Vale/Divulgação.
A Vale anunciou que pretende implementar uma fábrica de artefatos para construção civil nas proximidades da Mina do Pico, em Itabirito. O projeto teve o licenciamento ambiental simplificado-LAS, formalizado pela prefeitura da cidade, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Segundo a Prefeitura de Itabirito, apenas na fase de construção da fábrica, devem ser gerados cerca de 90 empregos. O empreendimento tem um investimento de R$ 15 milhões e terá a capacidade de processar 30 mil toneladas de lama de barragens ao ano. Com o projeto, aLeia Mais
Barragem da Vale em Nova Lima tem risco de rompimento reduzido
A mineradora Vale anunciou que a Barragem Vargem Grande reduziu o nível do risco de rompimento de 2 para 1. A barragem fica localizada em Nova Lima e estava no nível 2 desde fevereiro deste ano. Portanto, após a medida, os moradores que haviam sido retiradas de suas casas, pelo risco de rompimento, poderão voltar. Registrada no sistema da Agência Nacional de Mineração (ANM), a alteração do nível de risco foi feita pela Vale no dia 04. A mineradora afirmou que a redução do risco se deu pelas obras deLeia Mais
Os fragmentos do talude da Mina do Gongo Soco que se desprenderam estão acomodados no fundo da cava. Crédito da foto: Reprodução/BNews.
A Vale informou na manhã de hoje (31), que fragmentos do talude da cava da Mina de Gongo Soco se desprenderam durante a madrugada. A empresa também informou que a barragem Sul superior não sofreu danos e segue sendo monitorada 24h por dia. Segundo a mineradora, os blocos que se desprenderam estão acomodados no fundo da cava. Sendo assim, as primeiras avaliações indicaram que o deslizamento do material está acontecendo de forma gradual. Dessa maneira, a empresa espera que a queda do talude aconteça sem maiores consequências. Ela ainda reiterouLeia Mais
A mineradora Samarco, anunciou ontem (29), o fim da primeira etapa das obras na Cava Alegria Sul. Ela marca o primeiro passo que a empresa tem que dar para retomar de vez suas atividades. As obras tiveram início em outubro de 2018 e a conclusão estava prevista para este mês. A segunda fase de preparação da estrutura é a montagem eletromecânica do sistema de bombeamento de lama, rejeito e água. Segundo a empresa, por questões de segurança as operações só vão ser retomadas após a implementação integral do sistema deLeia Mais
Vale afirma: Talude pode cair mas não deve atingir barragem em Barão de Cocais
Marcelo Barros, Diretor de Operações da Vale, divulgou um vídeo nas redes sociais oficiais da empresa fazendo um panorama sobre as informações referentes à barragem da Mina do Gongo Soco, em Barão de Cocais. No vídeo, Marcelo afirma que há possibilidade que o Talude da mina deslize para a cava da mina, não atingindo assim, a barragem de rejeitos. Segundo informações da Agência Nacional de Mineração (ANM), o maior deslocamento registrado ocorreu nesta terça (28). A movimentação foi de 23,9 cm. Na última segunda-feira (27), a movimentação do talude eraLeia Mais
Prefeito de Barão se ajoelha para pedir ajuda à deputados; veja vídeo
Um cena curiosa aconteceu ontem (27), na Câmara de Vereadores de Barão de Cocais. No momento em que acontecia reunião com os deputados federais da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho, o prefeito Décio Geraldo dos Santos (PV) tomou a palavra, e, após discursar, finalizou afirmando que “seu povo está precisando de ajuda”. Em seguida se ajoelhou perante os políticos presentes, em gesto de súplica. Os deputados presentes na sessão eram Júlio Delgado (PSB) e Rogério Corrêa (PT). Assista abaixo o vídeo completo, pelas lentes do Diário de Barão:Leia Mais
Segundo a Agência Nacional de Mineração (ANM) o talude vai se romper de qualquer maneira. Crédito da Foto: Rádio Globo
A Vale informou que a movimentação do talude da mina de Gongo Soco aumentou. Antes a estrutura se movia de 3 a 4 cm por dia, agora o número subiu para 5 a 10 cm diários. Com os novos dados, a projeção é de que o talude pode se romper até domingo(26). As atividades na mina de Gongo Soco estão suspensas desde do dia 17 de maio. Quando o diretor da Agência Nacional de Mineração (ANM), Eduardo Leão, informou que com a gravidade do fato, o talude iria se romperLeia Mais
Barragem em Barão de Cocais está prestes a se romper
A mineradora Vale e a população de Barão de Cocais estão em alerta máximo com a possibilidade de rompimento do talude e, consequentemente, da barragem da Mina de Gongo Soco, na cidade. A empresa passou a adotar medidas de segurança após um laudo detectar que a estrutura poderia se romper até o dia 25 de maio. Mas os esforços não parecem ter feito tanta diferença e a parede da construção segue se movimentando. Segundo documento produzido pela empresa e divulgado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o rompimento doLeia Mais
Vale divulga vídeo explicando situação de barragem prestes a se romper; assista
A Vale divulgou, na tarde do último domingo (19), vídeo e nota explicando a situação do talude da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais. O material tem como objetivo tranquilizar e informar a população, que está muito assustada. Nele a empresa detalha a situação da mina e as medidas adotadas para prevenção do rompimento. A barragem da Mina de Gongo Soco, que já havia alcançado o nível 3, mais alto na escala de chances de rompimento, entrou em estado de iminente ruptura na última semana. A causa doLeia Mais