CDL/BH lança campanha nacional propondo que bancos adotem juro zero

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) lançou, na noite de ontem (7), a campanha nacional “Juro Zero”, que incentiva os bancos a adotarem a promoção de linhas de crédito sem juros durante o período de isolamento social proposto em combate à pandemia mundial do novo coronavírus. A instituição inclusive transmitiu um comercial com a proposição no horário nobre da televisão brasileira.

Marcelo de Souza e Silva, presidente da entidade, falou sobre a campanha: “hora de juro zero para o comércio não quebrar, o emprego não acabar e a vida continuar”. Segundo ele, “está na hora de as nossas instituições do sistema financeiro, que no Brasil lucram como em nenhum outro lugar do mundo, darem uma real contribuição ao país neste momento de crise”.

Marcelo disse ainda que os bancos possuem reservas bilionárias para serem utilizadas, mas que a burocracia impede o dinheiro de chegar nas mãos de quem realmente precisa:“Já realizamos uma sondagem junto aos associados para checar se eles realmente estão sendo beneficiados com estas linhas de crédito que foram anunciadas pelos governos estadual e federal. E, até agora, não”. Souza e Silva lembrou ainda que o próprio ministro da economia Paulo Guedes admitiu que “o dinheiro está empoçado nos bancos”.

O texto da campanha “Juro Zero” diz o seguinte:

O Brasil vive uma pandemia que está matando pessoas, fechando empresas e acabando com empregos.
Hoje, mais de 60% da população está isolada para se proteger e tentar parar a catástrofe do Coronavírus.
O comércio está fechado e mergulha na mais dramática crise da sua história.
Para o comerciante manter a sua empresa viva e os milhares de empregos, vai precisar de recursos e empréstimos.
Para que isso aconteça, a CDL/BH conclama os bancos a realizarem uma necessária e urgente política de Juro Zero.
Uma atitude que vai fazer a economia sobreviver e os maiores geradores de emprego do Brasil funcionando. E isso não é caridade. É política econômica de reparação. Esses mesmo bancos, só em 2019, lucraram mais de 100 bilhões de reais.
Os bancos têm o compromisso de abrir mão dos lucros para salvar a economia e a vida das pessoas. É hora de juro zero para o comércio não quebrar, o emprego não acabar e a vida continuar.
Uma campanha CDL/BH.
Confira o vídeo da campanha:
Comentários