Cidade de Mariana gerou mais de 2,3 mil vagas de empregos em 2019

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, a cidade de Mariana, em Minas Gerais, está com um saldo positivo no que diz respeito à geração de empregos formais na cidade no período de janeiro a setembro de 2019.

Os dados mostram na cidade primaz de Minas, o número de demissões é quase metade em relação ao número de admissões em 2019. Foram 6.128 profissionais contratados e 3.737 demitidos, o que gera uma variação positiva de 2.391 vagas criadas.

Porcentagem de admissões e demissões em Mariana, no ano de 2019, segundo dados do CAGED – Crédito da imagem: CAGED

O setor de construção civil é o que mais gerou postos de trabalho em Mariana. Foram mais de 1.500 vagas, muito por conta da mão de obra contratada para trabalhar nas obras de reassentamento das famílias atingidas  pelo rompimento da barragem a Samarco, em 2015. O destaque negativo é do setor de Comércio, que tem saldo negativo de 42 empregos formais.

Na vizinha Ouro Preto, a situação é mais delicada. A cidade vive um déficit de 14 vagas de empregos formais em 2019, já que o número de contratações totais na cidade histórica é de 2.994, e o de demissões, no mesmo período, é de 3.008.

Em Itabirito, a situação é melhor. O saldo positivo na geração de empregos da cidade é de 1.271, após 4.558 admissões e 3.287 demissões.

Comentários