BolsonaroJair BolsonaroNotíciasPolíticaReligião

“Com fé e oração colocaremos nossa Pátria no local de destaque que merece”, diz Bolsonaro

O presidente da República divulgou  um vídeo que mostra manifestantes portando objetos religiosos, como imagens de santos e terços, durante as manifestações em apoio ao governo no último dia 26

O presidente da República, Jair Bolsonaro, divulgou  um vídeo em suas redes sociais que mostra manifestantes portando objetos religiosos, como imagens de santos e terços, durante as manifestações em apoio ao governo no último dia 26. Na legenda do vídeo, Bolsonaro escreveu: “Juntos, com fé, colocaremos nossa Pátria no local de destaque que merece”.

No início de seu tuíte, o presidente afirmou que “O Brasil de todas as religiões sabe que a liberdade é o bem maior de um povo”. Bolsonaro ainda  completou a mensagem comparando o Brasil a Israel, afirmando, mais de uma vez, que o seu compromisso com é “transformar o país no que Israel é hoje”. Na mesma ocasião, o presidente da República chegou a dizer que  o país tem tudo para ter o que Israel tem, mas o que falta ao povo brasileiro é a fé.

“Vemos Israel como ele é hoje em dia. Eles não têm riqueza mineral, não têm água, biodiversidade e terras férteis, grandes áreas turistas, a não ser aquelas áreas bíblicas, e olha tudo o que nós temos e o que nós somos. O que nos falta é fé”, escreveu.

Confira:

 

Gostaram do evangélico no Supremo?

Também no sábado (1º), ao deixar o Palácio da Alvorada para um almoço, Jair Bolsonaro perguntou aos apoiadores se haviam gostado da possibilidade de indicação de um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF).  “Gostaram do evangélico no Supremo?”, questionou o presidente. “É uma benção”, respondeu um dos apoiadores.

O tema havia sido abordado pelo presidente na sexta-feira (31), na Convenção Nacional das Assembleias de Deus, em Goiânia.  No evento, Bolsonaro declarou: “Não me venha a imprensa dizer quer eu quero misturar a Justiça com a religião. Todos nós temos uma religião ou não temos. Respeitamos e tem que respeitar. Será que não está na hora de termos um ministro do Supremo Tribunal evangélico?”

Depois da declaração, Bolsonaro foi aplaudido de pelos fiéis que participaram do evento.

Facebook Comments

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios