EconomiaPolíticaReforma da Previdência

Como os deputados de Minas votaram no texto-base da reforma da Previdência?

Na noite desta quarta-feira (10), o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou em 1º turno, por 379 votos a 131, o texto-base da reforma da Previdência (PEC 6/19). O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, aumenta as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

Veja como votaram os deputados federais representantes de Minas Gerais:

Votaram a favor da reforma da Previdência:

Alê Silva – PSL
Aécio Neves – PSDB
Bilac Pinto – DEM
Cabo Junio Amaral – PSL
Charlles Evangelista – PSL
Delegado Marcelo Freitas – PSL
Diego Andrade – PSD
Dimas Fabiano – PP
Domingos Sávio – PSDB
Dr. Frederico – Patriota
Eduardo Barbosa – PSDB
Emidinho Madeira – PSB
Eros Biondini – PROS
Euclydes Pettersen – PSC
Franco Cartafina – PP
Fred Costa – Patriota
Fábio Ramalho – MDB
Gilberto Abramo – PRB
Greyce Elias – Avante
Hercílio Coelho Diniz – MDB
Igor Timo – Pode
Lafayette de Andrada – PRB
Lincoln Portela – PL
Lucas Gonzalez – NOVO
Luis Tibé – Avante
Léo Motta – PSL
Marcelo Aro – PP
Marcelo Álvaro Antônio – PSL
Mauro Lopes – MDB
Misael Varella – PSD
Newton Cardoso Jr – MDB
Paulo Abi-Ackel – PSDB
Pinheirinho – PP
Rodrigo de Castro – PSDB
Stefano Aguiar – PSD
Subtenente Gonzaga – PDT
Tiago Mitraud – NOVO
Zé Silva – Solidariedade
Zé Vitor – PL

Votaram contra a reforma da Previdência:

André Janones – Avante
Júlio Delgado – PSB
Leonardo Monteiro – PT
Margarida Salomão – PT
Mário Heringer – PDT
Odair Cunha – PT
Padre João – PT
Patrus Ananias – PT
Paulo Guedes – PT
Reginaldo Lopes – PT
Rogério Correia – PT
Vilson da Fetaemg – PSB
Weliton Prado – PROS
Áurea Carolina – PSOL

Destaques e segundo turno da votação da reforma da Previdência

Após a votação, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia,encerrou a sessão porque os deputados estavam confusos em relação ao mérito dos destaques, o que poderia prejudicar a votação nesta etapa da reforma da Previdência.

Rodrigo Maia disse ainda aos jornalistas que a expectativa é encerrar o segundo turno da votação até sexta-feira (12) à noite ou sábado (13) de manhã.

* Com informações da ‘Agência Câmara Notícias‘ .

Fechar