Como tornar as férias de julho mais divertidas para as crianças

Mesmo em meio a pandemia, as férias de julho estão aí, e muitos pais estão se questionando sobre o que farão com as crianças em casa, sem poder sair para passear, comer fora, viajar, visitar familiares, amigos, etc. Pensando nos pais e também nos pequenos, trouxemos um guia com atividades que você pode praticar junto ao seu filho durante esse período.

As atividade lúdicas estimulam a imaginação e criatividade das crianças, e podem ser ótimas aliadas dos pais nos próximos dias. É preciso refletir primeiramente acerca do momento em que estamos vivendo, pois como adultos temos o dever de nos esforçarmos, ainda que seja difícil, para que não transferirmos as nossas tenções, ansiedades ou frustrações para as crianças. Tendo em vista que fomos criança um dia e que nunca aconteceu de sermos obrigados a ficar por meses presos dentro de casa, podemos concluir que tivemos uma infância saudável, ou dentro da normalidade, no mínimo. O mesmo não irá servir para as crianças que estão passando por tal situação nos dias atuais. Delas estão sendo privados os prazeres mais básicos da infância, que é ter contato com os colegas, poderem sair para estudar, ter uma rotina normal, vida social, passeios em parques, piscinas, praias, festas de aniversários, contato com os avós e tios, entre outros.

Devemos olhar para a criança tentando entender o que ela está pensando. Tentar compreender o mundo pelas lentes dos pequenos pode nos ajudar a lidar com elas de forma mais satisfatória. Ser empático é fundamental.

Não é porque as crianças estão de férias que elas não precisam praticar leituras, escritas e outras atividades educativas. Podemos aproveitar o momento para ensinar curiosidades da biologia, por exemplo, ou culinária, esteja certo de que elas vão adorar!

É claro que muitas pessoas estão trabalhando e não possuem muita disponibilidade de tempo para estarem com as crianças, contudo, elas devem ser priorizadas neste momento. Lembre-se de que o futuro está nas mãos das nossas crianças e não queremos um futuro doente, não é mesmo?

Atividades para fazer com as crianças durante as férias de julho

1- Leitura de contos, fábulas e histórias em geral

Estimule seu filho a ler. Foto: Pixabay

Separe meia hora do seu dia para ler, intercalando com a criança uma história interessante. Em seguida, converse com ela sobre a leitura que fizeram juntos. Estimule nela o gosto pela leitura e a leitura se tornará uma diversão para ela.

Vocês podem ler um livro pequeno, um texto, ou até mesmo escolher um livro maior no qual vocês podem ler um pedaço por dia.

2 – Dia dos bilhetes e cartinha

Crianças podem escrever cartas e bilhetes durante as férias. Foto: Pixabay

Já que estamos longe dos nossos amigos e parentes, que tal escrever uma carta ou bilhete para eles se lembrarem o quando os amamos e estamos com saudades? Estimule também a escrita do seu filho, além de exercitar as mãos, tal escrita também servirá como um desabafo do seu filho.

3 – Pics e outras brincadeiras

Jogo da amarelinha. Foto: Pixabay

Brique com o seu filho de todos os “pics” possíveis, pic-pega, pic- esconde, afinal, criança é criança e nada como ouvir suas gargalhadas e ver o seu sorriso estampado nos lábios, no mais, elas estão se exercitando fisicamente, liberando bastante endorfinas e encefalinas, substâncias neurotransmissoras, encarregadas da diminuição da tensão neural.

Amarelinha, pular corda, pular elástico, andar e patins e bicicleta também são brincadeiras bem divertidas.

5 – Culinária

Culinária para crianças. Foto: Pixabay

Se tem uma coisa que as crianças adoram é se aventurar na cozinha. Certamente você vai precisar cozinhar durante a quarentena, e que tal convidá-la a pegar os ingredientes para você? Isso, chame o seu pequeno ou pequena para ser o seu ajudante de cozinha. Você não imagina o quanto ele pode ficar feliz, com esse singelo gesto.

6 – Natureza

A importância do contato com a natureza para as crianças. Foto: Pixabay

Se o contato com a natureza faz bem para os adultos, imagine para as crianças? Para quem reside em apartamentos, ou lugares pequenos, que impossibilita ter um goguinho, ou gato, o ideal seria convidar as crianças para plantarem.

Um vaso pequeno, um pouco de terra e uma muda já é o suficiente para passar uma tarde gostosa conversando e ensinando o seu filho sobre a importância das plantas para a vida humana.

Agora se você mora em uma casa com espaço e ainda não tem um animalzinho de estimação, é hora de começar a pensar sobre isso, pois o contato com os animais estimula as crianças a zelarem pelas coisas que possuem.

Ler curiosidades sobre os mais variados bichos ou assistir a um filme científico com o seu filho também vale a pena.

7 – Artes

Criança também produz arte. Foto: Pixabay

Como disse Leonardo Da Vinci, “A arte diz o indizível; exprime o inexprimível; traduz o intraduzível”. Podemos aplicar isso também a crianças, desde os mais pequenos aos que já correm, todos precisamos colocar para fora nossos pensamentos lúdicos, e não há espaço melhor para fazê-lo do que nas artes.

Você pode incentivar o seu filho a desenhar usando lápis de cor, canetinha, tinta guache, para as artes plásticas há muitas ideias.

Pode também colocar uma música clássica e incentivá-lo a dançar (nada profissional), mas deixe fluir na criança as ideias e passos para que ela possa dançar a vontade. Pode fazer a mesma coisa usando outros estilos musicais, como o samba, rock, salsa, entre outros.

Se você percebeu que seu filho tem aptidão para a música, incentive! Que tal um instrumento musical? Ou permitir que ela cante? Na internet há muitos vídeos com oficinas que ensinam como confeccionar instrumentos percussivos, por exemplo.

De repente você tem um atorzinho ou uma atriz em casa e não sabe (risos). Nesse caso que tal investir em fantasias que podem dar asas a imaginação do seu artista? Às de princesas e de guerreiros são as mais queridinhas (fica a dica).

Seja qual for a maneira que você vai usar para incentivar o seu filho, não deixe de dar a ele voz. Converse com o seu filho, conheça-o de verdade, aprenda com ele, e o ensine, tudo é uma questão de troca. Saiba quais são os suas preferências e não as ignore, criança precisa de carinho, atenção, sobretudo educação.

8 – Culturas

Crianças africanas. Foto: Pixabay

Os adultos já sabem que no mundo há variadas maneiras de se viver (ou pelo menos deveriam saber), no entanto, muitas crianças não sabem disso. A dica aqui é fazer os pequenos saírem de suas bolhas para se conectarem também com o diverso, com outras culturas.

Que tal fazer uma semana de conhecimento cultural? Contando e mostrando para os seu filho diversos países e culturas diferentes, como por exemplo, no dia dos povos chineses, você pode contar como esse povo vive, como são as casas, a culinária, a música, a vestimenta, as artes em geral, religião, costumes, etc. Assim o seu filho vai aprender que há várias maneiras de se viver diferentes das que ele é acostumado.

Leia também: Qual o significado dos corações coloridos do WhatsApp?

Comentários