Comunidade de Ponte do Gama recebe novas áreas de uso coletivo e melhorias de infraestrutura

por Redação Mais Minas

Os moradores de Ponte do Gama, distrito de Mariana (MG), acabam de receber novos espaços de lazer e melhorias de infraestrutura em pontos significativos para a população. Batizado de Complexo de Esporte e Lazer da Comunidade de Ponte do Gama, o local foi inaugurado no último sábado (19/08) e reúne quadra poliesportiva coberta e com vestiários, campo de futebol, arena de cavalgada, espaço de convivência e lanchonete. 

Comunidade de Ponte do Gama recebe novas áreas de uso coletivo e melhorias de infraestrutura
Quadra poliesportiva da Ponte do Gama - Foto: Arlindo José da Silva

Além dos espaços, também foram inaugurados novos acessos ao Cruzeiro de Ponte do Gama, local usado pela comunidade para festividades religiosas, e sistema de iluminação e melhoria do acesso de veículos e pedestres em outros pontos. O objetivo é proporcionar maior acessibilidade e segurança para a comunidade. Após a entrega, a gestão do local passa a ser da Associação Comunitária de Moradores e Amigos de Ponte do Gama.  

Arena de cavalgada – Foto: Arlindo José da Silva

O distrito foi um dos locais atingidos pelo rompimento da Barragem do Fundão – cuja lama acabou comprometendo algumas áreas, como o campo de futebol. Assim, foram realizadas obras de reparação e compensação em conjunto com a comunidade para devolver importantes áreas de lazer para o distrito. 

“Alguns espaços, como o campo de futebol e a arena de cavalgada, já existiam e eram usados pela comunidade. Com o projeto, entregamos espaços ainda melhores e também a quadra poliesportiva, um espaço inédito. O objetivo é melhorar a qualidade de vida dos moradores”, explica Marcondes Carneiro Santos, técnico em edificações sênior da Fundação Renova. 

As obras também foram pensadas para oferecer acessibilidade e segurança, incluindo sistema de iluminação, rampas e melhoria do acesso de veículos e pedestres. 

+ Iron Biker Brasil será realizado nos dias 15, 16 e 17 de setembro em Mariana-MG

“O Cruzeiro de Ponte do Gama, por exemplo, já fazia parte da comunidade antes do rompimento. Porém, o acesso era muito difícil e dificultava o uso pelos moradores. Com as obras, o local ganhou novos acessos que facilitaram a chegada da comunidade e os moradores poderão usufruir ainda mais de um espaço que sempre fez parte da religiosidade local”, aponta.  

Para marcar a inauguração, uma programação especial foi criada e contou com um jogo amistoso de futebol, marcando a volta do time local, Cruzeiro de Ponte do Gama, aos campos. O evento também contou com solenidade de entrega e apresentação de bandas locais. 

Detalhes das obras 

  • A nova arena de cavalgada conta com espaço ampliado para os animais descansarem e área gramada no entorno.   
  • O campo de futebol tem fechamento lateral em alambrado, além de sistema de irrigação automatizado e sistema de drenagem. Ele foi construído de forma estratégica, considerando a posição do sol nas quatro estações do ano para que a luminosidade não atrapalhe a visão dos jogadores durante o jogo. O projeto respeitou também a Área de Preservação Permanente (APP) da região.  
  • A quadra poliesportiva coberta foi feita com piso marcado para as práticas de esportes como futsal, voleibol, handebol, basquete e peteca. O local conta com vestiários com chuveiros, lanchonete e área comum para realização de eventos.   
  • O Cruzeiro de Ponte do Gama conta agora com novos acessos, com escada e rampa.  

Sobre a Fundação Renova 

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação foi instituída por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fundação Renova

ARTIGOS RELACIONADOS