Conheça 7 dicas para perder o medo de investir hoje!

O medo é um sentimento que está presente no nosso dia a dia e aparece principalmente quando estamos diante de algo desconhecido, algo novo e diferente. Sentir medo não é ruim, porque na maioria das vezes ele surge para nos proteger de certos riscos. No entanto, o excesso desse sentimento pode ser prejudicial, pois muitas pessoas deixam de investir por causa do medo e com isso deixam de conquistar certos objetivos financeiros.

O processo para vencer o medo é sair da zona de conforto e o caminho é a busca pelo conhecimento. Quanto mais você estudar o mercado, conhecer as aplicações e seus objetivos mais segurança irá sentir. Outro caminho que ajuda muito a adquirir conhecimento e confiança é procurar profissionais, como assessores de investimentos, que possam transmitir uma orientação adequada.

De qualquer forma, sabemos que esse início pode não ser uma tarefa fácil, afinal ter medo é natural. Por isso, elaborei algumas dicas para ajudar no processo de perder o medo de investir. Confira!

Aceitar o sentimento de medo

Todas as novas situações irão gerar medo, mas é preciso entender que esse sentimento é esperado e com isso poderá enfrentá-lo com maior facilidade. Ao adquirir conhecimento sobre o mercado financeiro, sobre os tipos de investimentos, sobre o seu perfil de investidor, entre outros assuntos relacionados aos seus medos, você vai perceber que esse sentimento irá diminuir com o tempo. Se conhecer e aceitar o que sente é o primeiro passo.

Estude e aprenda o mercado

Já que o medo vem quando nos deparamos com algo novo, não há nada melhor do que abrir novos horizontes e ampliar nossa visão para adquirir novos conhecimentos, podendo assim entender o mercado de valores. A educação financeira é fundamental nesse processo é o que de fato irá trazer mais confiança em qualquer tipo de investimento. Um dica é ler bastante conteúdo sobre os tipos de investimentos, seus riscos e entender também o seu perfil de investidor. No blog da Öküs falamos tudo sobre investimentos, vale a pena conhecer para ampliar o seu conhecimento.

Aproxime-se do mercado

Para chegar ao mais próximo da realidade, sem gastar dinheiro, atualmente existem simulações de como o mercado se comportou no passado. É possível visualizar como seria o seu rendimento acompanhando as estatísticas, baseadas em dados reais, mostrando como seria se tivesse investido posteriormente. Essa é uma forma de começar a ter uma noção de como é o mercado. Essa simulação pode ser feita por muitos sites disponíveis na internet, mas um assessor de investimentos pode explicar melhor como funciona.

Peça auxílio

Converse com pessoas que já investiram, elas podem compartilhar suas experiências e você até aprende com possíveis erros. Procure grupos de investimentos e verifique o que os membros discutem no momento, é importante saber o que está acontecendo também e dessa forma tirar dúvidas sobre o mercado. Quanto mais informações você conseguir sobre o assunto, mais se sentirá confortável para investir.

Crie suas estratégias

Busque identificar todas suas preocupações e pensamentos que faz o seu medo aumentar. Depois pense e descubra uma maneira de controlá-los e amenizá-los. Nesse processo, criar algumas metas como organizar as finanças para reduzir gastos desnecessários, poupar uma quantidade específica por mês para ter uma reserva antes de investir, são exemplos de como pode começar.

Invista controladamente

Nunca comece se arriscando demais, a chance de se frustrar é bem maior. Meu conselho é que comece devagar e sem pressa. Aprenda como o mercado funciona até estar preparado mentalmente e principalmente saber qual a sua tolerância a riscos. Mesmo quando estiver confiante, jamais invista tudo o que tem em uma única aplicação. Diversificar o investimento é um dos caminhos para a diminuição dos riscos.

Poupe

Poupar é uma das etapas mais importantes antes de começar a investir. Isso porque será a sua base de segurança para qualquer eventualidade no futuro. Para que não ocorra a falta de dinheiro em qualquer situação, guarde uma parte, calcule seu gasto mensal e junte pelo menos 6 meses. Desta forma, caso haja perda, isso não influenciará no seu padrão de vida.

Espero que essas dicas tenham ajudado você a perder um pouco do medo de investir. Caso tenha algo mais para compartilhar, dicas ou sugestões, deixe nos comentários. Até a próxima!

*Por Gabriel Rafael – Assessor de Investimentos e Sócio da Öküs Capital

Conheça 7 dicas para perder o medo de investir hoje!
Crédito da foto: Divulgação
Comentários