Coronavírus: Governo antecipa 15 dias de recesso escolar, que seria dado em julho

O Governo de Minas Gerais decidiu antecipar 15 dias de recesso escolar, que seria dado em julho,  como medida de prevenção e combate à proliferação do novo coronavírus  no estado. A medida foi publicada em uma deliberação  do Estado neste sábado (21). Dessa forma, o recesso terá início na próxima segunda-feira (23) e terá fim no dia 13 de abril.

Na última quinta-feira (19), o governador Romeu Zema já havia anunciado que teria decido cancelar, por tempo indeterminado, as aulas presenciais da rede estadual de ensino como medida de prevenção e combate a proliferação da Covid-19, doença provocada pelo vírus.

Na oportunidade, Zema usou suas redes sociais para enfatizar que a medida fazia parte de esforços que nao estão sendo poupados para proteger os mineiros.

Coronavírus: Governo antecipa 15 dias de recesso escolar de julho
Crédito da imagem: Reprodução/Facebook

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) também informou que há alguns dias criou um grupo de professores e técnicos envolvidos na construção do modelo que a rede fará uso caso essa situação se estenda por um tempo maior. Segundo a SEE/MG, o objetivo da ação é estudar e oferecer possibilidades aos estudantes de terem acesso aos conteúdos das disciplinas.

A secretaria ainda enfatizou que está empenhada em planejar formas de distribuição e circulação de materiais pedagógicos, caso as atividades precisem ser realizadas de maneira não presencial durante o período em que se recomenda o isolamento social.

Leia também: Governo cancela aulas da rede estadual por tempo indeterminado; o que fazer com as crianças em casa?

Comentários