O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Procurado pela Interpol por aplicar golpes em Mariana é preso em Portugal

As investigações apontaram que o homem se passava por investidor financeiro e proprietário de uma empresa de intermediações imobiliárias.

Rômulo Soares 18 de novembro de 2021 às 22:27
Tempo de leitura
1 min
Foto: Polícia Federal/Divulgação
Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira, 18 de novembro, um homem em Portugal suspeito de cometer crimes de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos, estelionato e exercício ilegal da profissão em Mariana. Ele estava foragido da Justiça de Minas Gerais e era procurado pela Interpol por causar um prejuízo de cerca de R$ 12 milhões para moradores da Primaz do estado.

As investigações apontaram que o homem se passava por investidor financeiro e proprietário de uma empresa de intermediações imobiliárias. Ele utilizava um aplicativo de celular para disponibilizar ganhos que não existiam para motivar as pessoas a entrarem no esquema fraudulento.


O suspeito deixou o Brasil em março deste ano e, um mês depois, a prisão dele foi decretada, porém ele só foi encontrado e preso nesta quinta-feira na cidade do Porto.

O homem foi levado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) na Gameleira, na Região Oeste de Belo Horizonte.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.