14.6 C
Belo Horizonte
quarta-feira, 29 junho 2022
Portal Mais MinasCrimesSuspeito de agredir mulher e sair pelado na rua morre após abordagem policial em Itabirito

Suspeito de agredir mulher e sair pelado na rua morre após abordagem policial em Itabirito

Um homem suspeito de agredir a mulher morreu depois de uma abordagem policial, na noite de terça-feira, 8 de março, na Rua Cristóvão Militão, no bairro São Geraldo, em Itabirito. No boletim de ocorrência consta que a Polícia Militar foi acionada para conter o rapaz, de 31 anos, que, de acordo com os policiais, estava correndo na rua sem roupas e com uma faca na mão.

No documento, a mulher conta que o marido chegou em casa sob efeito de drogas e teve um surto após assistir um filme em que uma criança era abusada. Ele teria, então, jogado um prato de comida no chão e saído para a rua.

Ao alcançá-lo, a mulher foi enforcada e a polícia conseguiu chegar a tempo de efetuar a prisão. Ainda, segundo o relato da esposa contido no B.O, o homem se debatia muito, mesmo algemado.

A Polícia Militar informou que o homem teve uma parada cardiorrespiratória e foi levado para a Unidade de Pronto Socorro (UPA) de Itabirito, onde veio a falecer. Por outro lado, a família disse que ele morreu após ser agredido pelos policiais que teriam usado excesso de força para imobilizá-lo.

Veja o vídeo da abordagem que circula nas redes sociais:

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que foi instaurado um inquérito para apurar as circunstâncias e a causa da morte.

Por meio de nota, a Polícia Militar disse que “realizou a prisão de um autor de violência doméstica perpetrado contra mãe e filha”. O autor, de acordo com a PM, foi contido pelos policiais por conta da agressividade do suspeito e o fato dele estar carregando uma faca.

A Polícia Militar disse ainda que antes de sua chegada ao local da ocorrência, outras pessoas tentaram intervir na situação e que o suspeito teria entrado em luta corporal com o irmão da vítima de violência doméstica.

“Após ser preso o autor foi conduzido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itabirito, para atendimento médico. Um Inquérito Policial Militar foi aberto para a apuração do fato”, finaliza a nota da PM.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: