18.4 C
Belo Horizonte
quarta-feira, 7 dezembro 2022

Renova Excursão

Suspeito de jogar da laje a própria filha bebê é preso por homicídio triplamente qualificado

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu um homem, de 26 anos, suspeito provocar a morte da própria filha, uma bebê de 58 dias, após jogá-la de uma laje, na casa da ex-companheira, a qual também sofreu ameaças do investigado. O crime foi registrado em Teófilo Otoni (MG), no Vale do Mucuri, no dia 28 de maio, e o suspeito foi detido nessa segunda-feira, 6 de junho.

O indiciado responderá por homicídio triplamente qualificado — por motivo torpe, por meio cruel e por impossibilitar a defesa da vítima e também crimes de ameaça e injúria em desfavor da ex-companheira.

As investigações, concluídas pela Delegacia de Homicídios em Teófilo Otoni, revelaram que o homem, embora separado da mãe da bebê, continuava a procurar a ex-namorada para que pudesse ver a filha.

Após cometer o crime, o suspeito fugiu do local e, posteriormente, se apresentou à Polícia Militar, que o encaminhou à Delegacia de Plantão. Na unidade da PCMG, ele reservou-se o direito de permanecer em silêncio até a conclusão do inquérito policial.

Entenda o caso

De acordo com os levantamentos da Polícia Civil, no dia do crime, o suspeito acessou a residência da ex-companheira por meio do quintal vizinho, uma vez que teria se deparado com o portão da casa trancado.

“Ele teria permanecido na casa por muito tempo, segurando a criança em seus braços e ficando um tempo no sofá. Aproveitando-se da distração da sogra e da ex-companheira, caminhou pela laje do imóvel, quando arremessou o bebê de uma altura de aproximadamente nove metros”, detalha a delegada responsável pelo inquérito, Hérika Ribeiro Sena.

Com a conclusão das investigações, a PCMG representou ao Poder Judiciário pela conversão da prisão em flagrante em preventiva, a qual foi devidamente cumprida. O investigado permanece recolhido no sistema prisional, à disposição da Justiça.

* Com informações da Polícia Civil de Minas Gerais

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: