Cruzeiro vence Corinthians e fica fora do Z-4

PUBLICIDADE

O que parecia impossível se concretizou! O Cruzeiro foi até a Arena Corinthians e conseguiu conquistar três pontos após abater a equipe paulista por 2 a 1, com um segundo gol muito polêmico. Agora, a torcida cruzeirense pode curtir o restado do sábado (19) e o domingo com o time fora do Z-4, já que os jogos envolvendo os times nordestinos CSA e Ceará só acontecem na segunda-feira (21).

O primeiro time a abrir o placar foi o Corinthians, aos 33 minutos do 1º tempo, quando o lateral Fagner abriu o placar para a equipe alvinegra. Antes, aos 24 minutos, Fred perdeu uma chance que poucas vez vimos o artilheiro perder durante sua longa carreira. A chance perdida por Fred aconteceu em um momento em que o Cruzeiro tinha mais volume e se impunha dentro do campo do adversário.

Aos 35 minutos, o VAR entrou em ação. Em um lance de bola cruzada na área do Corinthians, o árbitro marcou pênalti para a equipe do Cruzeiro após analisar pelo VAR um toque no braço, de dentro da área, do zagueiro Méndez, do Corinthians. O pênalti foi batido por Fred, que, desta vez, não perdoou a meta do goleiro Walter e empatou a partida. Ao final do 1º tempo, o Cruzeiro ainda teve algumas boas jogadas com a participação de Thiago Neves, mas as equipes foram para os vestiários com o placar empatado.

Já no segundo tempo, o Corinthians parece voltar a campo com um pouco mais disposição em vencer a partida. Logo aos 5 minutos, o goleiro Fábio salvou o Cruzeiro de uma bela finalização de Pedrinho, que andava sumido no primeiro tempo. O Cruzeiro parecia uma pouco mais tenso, e até os 20 minutos, não conseguia repetir a mesma boa atuação que teve no primeiro tempo.

Polêmica no segundo gol do Cruzeiro

Após ser pressionado, um lance de muita reclamação levou o Cruzeiro a vitória na noite deste sábado (19). O bandeirinha levantou a bandeira sinalizando marcação de impedimento do jogador Ederson, do Cruzeiro, fazendo com que a zaga do Corinthians parasse durante a jogada. Entretanto, o juiz “bancou” o lance e não apitou, dando validade ao prosseguimento da jogada, que resultou no gol do volante cruzeirense, que, sem marcação, limpou o goleiro Walter e balançou as redes.

Após o lance. iniciou-se uma grande discussão no campo. O juiz expulsou o técnico Fábio Carille por reclamação. O bandeira se confundiu no lance. A bola foi lançada por Fagner, jogador do Corinthians, para Ederson, jogador do Cruzeiro, que neste caso, tendo recebido a bola de um jogador adversário, não poderia ser penalizado em posição de impedimento, sendo assim, o seu gol foi legal, e o juiz tomou a decisão correta.

Após a discussão, o jogo ficou mais quente, com faltas mais duras e cartões amarelos por reclamação. Ainda havia o temor da torcida cruzeirense, que vem a cada jogo sofrendo com gols ao finalzinho das partida, o que desta vez não aconteceu. E, aos 49 minutos, o árbitro da partida deu o apito final, para a alegria da torcida celeste.

Agora, o Cruzeiro aguarda os jogos que encerram a rodada 27 do Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira (21), Botafogo x CSA fazem um jogo no Rio de Janeiro, e um empate ou vitória da equipe carioca ajuda o Cruzeiro a se manter fora da zona de rebaixamento. Também na segunda, outro resultado importante para a equipe celeste será o empate ou vitória da equipe baiana no jogo entre Bahia e Ceará, que acontecerá em Pituaçu, às 19h30.

Já o Corinthians, com esse péssimo resultado em casa, pode sair do G-4 neste domingo (20), caso São Paulo ou Inter vençam seus jogos. Ambas as partidas jogarão com o apoio de suas torcidas, já que jogam com o mando de campo, fator desfavorável ao Corinthians.

Dados da partida – Corinthians 1 x 2 Cruzeiro

Data e Horário: 19/10/2019 – 19h
Local: Arena Corinthians
Nº de pagantes: 31.631
Renda: R$ 1.529.296,10.

Gols: Fagner (Corinthians), aos 33 min do 1º T; Fred (Cruzeiro), aos 37 do 1º T; Éderson (Cruzeiro), aos 25 do 2º T 
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo – AB (RJ) 
VAR: Marcelo de Lima Henrique – MTR (RJ) 

Corinthians: Walter; Fagner, Marllon, Bruno Méndez e Danilo Avellar; Ralf, Sornoza (Jadson), Mateus Vital (Vagner Love) e Pedrinho (Clayson); Janderson e Gustavo 
Técnico: Fábio Carille 
Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Robinho (Ariel Cabral) e Marquinhos Gabriel; Thiago Neves e Fred (Joel)
Técnico: Abel Braga 

Cartões amarelos: Bruno Méndez, Fagner e Vagner Love (Corinthians); Éderson (Cruzeiro) 

Deixe seu comentário
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você continuar a navegar, vamos supor que você esteja bem com isso. Se você discorda, volta a navegar no site em outra oportunidade ACEITAR LER MAIS