O que você procura?

Cirurgia plástica nas mamas – conheça as opções disponíveis

Elis Bohrer 16 de dezembro de 2021 às 12:58
Tempo de leitura
4 min
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Diversas mulheres têm como um dos seus maiores sonhos fazer algum tipo de cirurgia plástica na região dos seios.

Mas, vale lembrar que, dependendo do objetivo final da mulher, existem diversos tipos de cirurgias que podem ser feitas nesta região, seja para aumentar as mamas, diminui-las, levantá-las ou até mesmo para fazer uma reconstrução completa (opção que acaba sendo feita pelas mulheres que têm as suas mamas removidas devido ao câncer de mama).


As cirurgias plásticas nas mamas, de maneira geral, é um procedimento que é mais comumente feito nas mulheres, mas é importante ressaltar que também pode ser feito nos homens, dado que muitos homens são acometidos pela ginecomastia (crescimento das mamas no homem, causado por uma desregulação dos hormônios).

De modo geral, as mamoplastias só podem ser feitas em pessoas acima de 18 anos (idade em que a mama já está inteiramente desenvolvida), evitando assim, que haja qualquer tipo de alteração futura no resultado final da cirurgia. Ela costuma ser feita com a aplicação de uma anestesia geral, demorando em torno de uma hora para ser finalizada pelo Dr. André Ahmed.

Para a realização desse procedimento estético, a pessoa deve ter disponibilidade para ficar internada por, pelo menos, e contando com uma boa recuperação, durante dois dias no hospital em que tiver realizado o procedimento. 

Abaixo, iremos detalhar mais a fundo os quatro tipos de cirurgias plásticas nas mamas que podem ser feitas nos dias de hoje.

Os 4 tipos de cirurgias plásticas que podem ser feitas nas mamas

Abaixo, seguem os quatro tipos de cirurgias plásticas nas mamas que podem ser feitas nos dias de hoje pelas mulheres, e até mesmo pelos homens:

Mamoplastia de aumento

A cirurgia que visa o aumento das mamas é também conhecida como mamoplastia de aumento, sendo realizada pelas mulheres que se sentem infelizes com as suas mamas sendo muito pequenas.

Além de ser indicada para as mulheres que possuem pouco seio, ela também é indicada para as mulheres que, depois de amamentar os seus bebês, perdem um pouco do volume da sua mama.

Nessa cirurgia, é inserida nas mamas da mulher uma prótese específica de silicone que faz aumentar o volume dos seios. 

O tamanho dessa prótese pode variar de acordo com o corpo da mulher e com o tamanho do seio que ela deseja para si. A prótese pode ser colocada por cima ou até mesmo por baixo da musculatura. 

Mamoplastia redutora

A mamoplastia redutora, como o próprio nome já diz, é indicada para as mulheres que desejam diminuir o tamanho das suas mamas. A mulher pode optar por essa diminuição, seja por falta da proporção das mamas no corpo ou até mesmo quando os seios são muito pesados para ela, causando muitas dores nas costas da mulher. 

A mamoplastia redutora também pode ser feita nos homens que possuem a ginecomastia, fazendo com que o excesso de mamas seja eliminado. 

Mastopexia para levantar as mamas

Essa cirurgia também é muito conhecida como lifting da mama ou então mastopexia, que visa levantar as mamas da mulher, dando uma melhor forma para elas. É a cirurgia plástica mais indicada para as mulheres que possuem uma mama muito caída e também muito flácida.

Normalmente, as mulheres que apresentam as mamas nas situações mais indicadas para se fazer a mastopexia, são as mulheres acima dos 50 anos, as que acabaram de amamentar os seus bebês, ou até mesmo as mulheres que passaram por um processo em que houve uma grande oscilação de peso. 

Nessa cirurgia, o médico cirurgião responsável irá levantar as mamas, eliminando todo o excesso de pele e fazendo a compreensão do tecido.

É muito comum que essa cirurgia seja feita de maneira simultânea com a cirurgia de mamoplastia de aumento ou redução das mamas.

Cirurgia para reconstrução das mamas

A cirurgia de reconstrução de mama é o procedimento mais radical que pode ser feito nas mamas, é a mais completa se comparada com as opções anteriores.

Ela é feita visando alterar completamente a mama (a sua forma, tamanho, aparência). Sendo a opção de cirurgia plástica mais indicada para as mulheres que tiveram as suas mamas removidas devido ao câncer de mama (muito comum no Brasil).

Quer saber mais sobre esse e outros assuntos? Então continue navegando em nosso site!

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.