O que você procura?


Conheça o olho de cabra e outras iguarias brasileiras que podem ser consideradas bizarras

Elis Bohrer 28 de agosto de 2021 às 08:08
Tempo de leitura
3 min
Foto: reprodução/Record
Foto: reprodução/Record

O olho de cabra, que ficou conhecido no Brasil através do programa No Limite, que inclusive estreia nesta terça-feira (10), é um prato bem diferente, comumente consumido em Pindamonhangaba (SP). Nesta matéria você vai descobrir como é esta e outras iguarias que podem ser bizarras para algumas pessoas, mas que para outras entregam um sabor especial. 

Bom, diferente do que muitos pensam, não é preciso sair do Brasil para encontrar pratos que poucas pessoas apreciam, em Estados do Sudeste, no Nordeste e no Sul do país, é possível “se divertir” experimentando algo novo. 

Mas antes de fazer essa viagem ao Brasil, se você ficou curioso para conhecer um pouco mais sobre a personalidade dos participantes do No Limite, reality show transmitido pela Globo, não esquenta, vamos revelar ao final deste artigo.

Olho de Cabra 

Preparado com creme de leite, vinagre balsâmico, leite de coco, azeite, cebola, cheiro verde e  coentro, o olho de cabra parece ser um prato promissor. Segundo Elaine Melo, primeira vencedora do programa No Limite, o sabor se assemelha ao de ostras. 

Vísceras de boi 

As vísceras de boi são partes do animal que oferecem um valor energético altíssimo para o corpo humano, acontece que nem todo mundo tem coragem de experimentar. Mas quem come, acaba gostando. Elas nada mais são do que as partes do boi que poucas pessoas exploram, como rim, fígado, bucho e língua. Possuem sabor forte e marcante. 

LEIA TAMBÉM:  O pássaro mais mortal do mundo foi criado por pessoas há 18.000 anos

Rim de boi. Foto: Ehow

Tripa de porco 

O porco é uma carne muito consumida no Brasil, no entanto, algumas de suas partes geralmente são consumidas em lugares, vilarejos, bem pequenos, é o caso da tripa. Quem gosta de comer as tripas do porco, usualmente faz a iguaria frita, ela fica bem crocante, alguns usam até como tira-gosto. 

Foto: A Voz de Genipapo

Capivara ao vinho 

Com gorduras menos saturadas e ômega 3, a carne de capivara tem um sabor bem próximo da carne suína, porém ela é menos gordurosa e possui ácido graxos, responsáveis pelo transporte da gordura do fígado para os tecidos, como também para fortalecer todas as células do corpo. A capivara ao vinho, é o prato mais comum de se encontrar. Sem dúvida é uma carne mais leve, o que pode pesar é o seu valor de mercado, pois um quilograma sai por cerca de R$45.

LEIA TAMBÉM:  Um hábito da pandemia que virou rotina no Brasil: Compras online

Foto: Tudo Gostoso