O que você procura?


Como harmonizar as cores das paredes e objetos na sala de estar

Elis Bohrer 28 de dezembro de 2020 às 00:29
Tempo de leitura
3 min

 Na hora de decorar a sala de estar, devemos pensar primeiramente nas cores, embora exista muitos objetos que acreditamos terem a ver com a nossa personalidade e de nossa família. Nem tudo pode combinar, alguns podem cair como um iceberg no meio da sala e quebrar todo um clima. 

Paredes

Para harmonizar as cores temos que levar em consideração que a sala é um ambiente de descanso, logo, trabalhar com cores fortes demais pode deixar o ambiente exaustivo e entediante. Uma sala toda no vermelho, por exemplo, com o passar do tempo pode se tornar insuportável (risos).

Fugir dessa ideia de cores fortes em todas as paredes não significa que está proibido ousar na decoração. Há pessoas mais excêntricas que preferem sim, cores quentes para ambientar a sala, e não há problema algum, nem regras. Nesse caso, o mais adequado é, em uma sala de quatro paredes, por exemplo, pintar três de branco e uma de azul royal, ou amarelo ovo, rosa pink, laranja ou, porque não, o preto.

LEIA TAMBÉM:  Conheça alguns tipos de plantas raras para cultivar em casa

Vale a pena pensar no revestimento dessa parede em destaque, ele pode ser realizado em cristal, grafiato e até mesmo ser realizado o trabalho de aplicação de placas.

Não podemos nos esquecer dos tradicionais, que preferem toda a sala em apenas um tom. Eles prezam por um acabamento mais clássico, como gesso na parte superior e rodapés. Geralmente escolhem o branco neve, marfim ou bege, em todas as paredes da sala.

Objetos

Agora com as cores das paredes definidas, já temos um norte para seguir. Vamos pelas cores da paleta RBT, dando preferência para objetos de cores complementares às que vamos usar nas paredes.

As cores complementares são basicamente cores que se opõe no Color Wheel, um círculo cromático composto por 12 cores, sendo seis terciárias, três secundárias e outras três primárias.

  • Cores primárias: amarelo, azul e vermelho;
  • Cores secundárias: roxo/violeta, verde e laranja;
  • Cores terciárias: vermelho-arroxeado, vermelho-alaranjado, amarelo-alaranjado, amarelo-esverdeado, azul-esverdeado e azul-arroxeado.
LEIA TAMBÉM:  Conheça os 6 maiores benefícios para o corpo de quem toma chá verde

Se a parede de destaque for amarela, harmoniza melhor se optamos por um sofá roxo, violeta, verde ou laranja, acrescentando um tapete com alguma das cores terciárias acima, por exemplo. Os quadros e bibelôs devem seguir o mesmo raciocínio.

O mesmo serve para as decorações rústicas, que embora aparentam ter menos cores, é pensada a partir da paleta. E até mesmo para as decorações mais clássicas, que em grande parte exploram o P&B, trazendo preto (a cor universal que combina com todas as cores), e o branco, que é a mistura de todas as frequências coloridas, e que combina especialmente com o preto, vermelho e azul. Concluímos aqui que para uma decoração clássica, com paredes brancas e sofá preto, por exemplo, podemos ousar nos adereços, que podem vir carregados no azul royal e bebê, e no vermelho (vinho ou carmim).

LEIA TAMBÉM:  Como colocar dentes de porcelana? O Guia simplificado!

É interessante ter uma peça de decoração coringa, que pode ser um vaso ou um conjunto de vasos especiais, que sozinhos carregam o conceito que se deseja expor, sem que sejam necessários diversos enfeites.

Gostaria de se aprofundar nesse assunto para decorar sua sala?  Veja a matéria “Cores para salas: As Melhores Tendências +77 fotos incríveis“.

Última atualização em 28 de agosto de 2021 às 00:32