O que você procura?

Tipos de panela e para que serve cada uma

Elis Bohrer 8 de dezembro de 2021 às 15:16
Tempo de leitura
5 min
Imagem: Canva
Imagem: Canva

A penela é um item obrigatório para qualquer cozinha. Atualmente há tantos tipos, cores e tamanhos disponíveis no mercado, que no momento de comprar os cozinheiros de plantão podem até ficar com dúvida sobre qual adquirir. 

É importante compreender que cada design de panela foi criado para uma determinada função. Entretanto, o mais comum é que o cuidador da cozinha de uma casa não seja essa organização. Estando propensa a fazer o arroz na panela que era para o picadinho, ou colocando o feijão na panela destinada à verdura. 


Ao final das contas, essa questão pode ficar muito bagunçada. 

Para iniciarmos este assunto precisamos entender que na verdade não é o tamanho ou a cor da panela que vai definir para qual tipo de receita ela serve e sim o material usado em sua produção. 

Tipos de panelas 

Aço Inox 

As panelas produzidas em inox, ou aço inoxidável geralmente não distribuem o calor de forma uniforme. São aquelas cuja parte da comida pode ficar com aspecto de queimada, enquanto outra pode ficar crua. 

Para tentar solucionar este problema, muitas fábricas começaram a incrementar o fundo com alumínio. Algumas marcas as fabricam com o fundo triplo, sendo inox na parte superior, alumínio no meio e inox novamente.

A vantagem deste produto é que não solta resíduo, é resistente e tem boa durabilidade. 

Contudo, este não é o melhor utensílio para fazer alimentos que necessitam ter contato direto com o fundo da panela, pois vai ser aquela panela que “sapeca” o alimento, ou seja, faz soltar pedaços no fundo.

. As panelas de inox são ideais para cozinhar ou ferver alimentos juntamente com a água.

Então se pretende cozinhar legumes como batatas, cenoura, entre outros, esta é a melhor opção.  

 Uma dica aqui é utilizar uma boca do fogão em que a chama será menor do que a penela e sempre centralizada. Quando for higienizada, este produto deve ser secado na mesma hora, isso manterá o brilho da panela e evitará que ela adquira manchas de água. 

Alumínio com revestimento antiaderente 

As panelas antiaderente são as queridinhas dos consumidores e não apenas no Brasil, como no mundo. O motivo é bastante óbvio, a comida não gruda no fundo delas! 

São ideias para quem gosta de grelhar uma carne ou legumes, no primeiro caso é ideal usar uma frigideira antiaderente

Para a confecção desse tipo de panela geralmente é usado o material chamado teflon. Ele reveste o alumínio. A Food and Drug Administration (FDA), que monitora produtos fabricados nos Estados Unidos, não encontrou problemas em caso de ingestão do teflon, visto que é um material quimicamente inerte, ou seja não, não se transforma quando entra em contato com o corpo humano. 

Entretanto há opções de panelas antiaderentes no mercado, produzidas com ácido perfluorooctanóico (PFOA), este material sim, não deve, nem mesmo acidentalmente, ser consumido. 

É importante que o consumidor leia as especificações técnicas que ficam na descrição do produto, assim ele irá se certificar da qualidade e riscos. 

A panela antiaderente exige alguns cuidados, como: não arranhar o fundo com colher ou garfo; não lavar com esponja de aço; utilizar sabão neutro; esfregar delicadamente; secar imediatamente após a lavagem. 

Receitas para fazer neste tipo de panela: brigadeiro (fica soltinho), omelete, ovo frito, peixe, crepe, tapioca, panqueca, entre outras. 

Inox com revestimento de cerâmica 

Panelas de inox com revestimento de cerâmica são muito diferentes. Do lado externo elas são comumente de cor prata, porém dentro são brancas. Embora não esteja na lista de antiaderente, por possuírem cerámica, podem ser consideradas assim, pois se comparadas com panelas produzidas com fundo de inox, por exemplo, ela não gruda. Mas é claro que não possuem a antiaderência do teflon. 

O mais interessante nesse produto é que ele não solta resíduo algum. Ela é excelente para o preparo de molhos. Porém ao terminar de cozinhar algum alimento nela, o mesmo deve ser retirado imediatamente, pois, por ser branca, pode ficar manchada.  

Cobre 

Em termos de melhor condutor de energia o cobre perde apenas para a prata. É um material que distribui muito bem o calor, por esta razão possui um valor maior no mercado. Geralmente está presente em cozinhas profissionais.

Todavia, assim como o inox, as panelas de cobre não devem ser usadas para o contato direto com os alimentos. Sendo igualmente ideal para cozer.

Outros materiais 

Como já mencionamos, existe uma variação grande no tipo de panelas, principalmente material. Veja alguns:

  • Ferro fundido
  • Titânio
  • Prata
  • Pedra sabão
  • Barro
  • Ouro
  • Vidro temperado
  • Panela elétrica
  • Ferro
  • Porcelana 

A mais vendida 

As panelas de alumínio são as mais vendidas, principalmente pelo custo benefício. Além de ser usado em panelas, também é o mais usado na produção de outros utensílios de cozinha, como talheres, copos, pratos, leiteiras, bules, entre outros. 

Acontece que as panelas de alumínio distribuem bem o calor, resultando em uma comida melhor no sentido de cozimento. Diferentemente de algumas panelas que por queimar partes das comidas podem gerar alguns problemas de saúde, como câncer, por exemplo.

Ainda assim há um pequeno risco de os consumidores ingerirem alumínio, dado que a substância pode ser absorvida nos alimentos. Por isso é importante que ao terminar de fazer a receita os alimentos sejam retirados da panela e posto em outro recipiente. 

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.