AtléticoBelo HorizonteContagemCruzeiro

Doze torcedores são presos antes do jogo entre Cruzeiro e Atlético de domingo (4)

A Polícia Militar teve que apartar uma briga entre torcedores de Atlético e Cruzeiro ocorrida na tarde de ontem (4), em Contagem, região da Grande BH. A confusão aconteceu perto da estação de metrô El Dorado, por volta das 14h, quando homens trocavam socos e se agrediam com pedaços de madeira e pedras. Ao fim da operação, 12 pessoas foram presas.

Ainda segundo relatos da polícia, foi preciso disparos com balas de borracha para conter a confusão generalizada. Na confusão haviam cerca de 50 torcedores que, em maioria, conseguiram fugir da apreensão. Washington, presidente do Comando Guerreiro Eldorado (CGE), disse aos militares que um grupo havia saído do bairro Petrolândia, e que iria de van até a sede da torcida organizada, no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Porém, o veículo não foi encontrado.

Os homens apreendidos têm idades que variam entre 19 e 46 anos. Durante a abordagem, a polícia encontrou um cigarro de maconha com um dos indivíduos. Além disso, um deles já tinha mandado de prisão em aberto. Apesar da briga ter vários torcedores, nenhuma depredação do patrimônio público foi encontrado, e houve poucos ferimentos entre os envolvidos.

Na Polícia Civil de Contagem, 11 pessoas envolvidas que foram apreendidas assinaram o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), e foram encaminhados ao Juizado Especial Criminal. O homem com mandado de prisão em aberto foi levado ao sistema prisional.

Os nomes dos torcedores aprendidos são: Robert Diniz Gonzaga; Washington Aparecido Ladislau; Wellington Marques Alves; Vinicius Henrique do Carmo Gonçalves; Maycom Junior Maximiliano Lopes; Daniel de Moura Mendes; Fernando Márcio Santos Silva; Tiago Victor Anastácio da Silva; Wanderson Henrique Marques; Patrick Eric do Nascimento Leite; Marcos Rodrigues Vieira; e Rafael Felipe de Souza.

Deixe seu comentário

Etiquetas
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar