BolsonaroJair BolsonaroNotíciasPolíticaSérgio Moro

Em meio à crise política, Bolsonaro e Moro assistem jogo do Flamengo em Brasília

O presidente da República e o ministro da Justiça e Segurança Pública assistiram ao jogo entre Flamengo e CSA, no Estádio Mané Garrincha, na noite desta quarta-feira (12)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, assistiram ao jogo entre Flamengo e CSA, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília na noite desta quarta-feira (12).

Durante a aparição, Bolsonaro e Moro ergueram os braços para cumprimentar os torcedores, que responderam com aplausos. Logo depois, um torcedor jogou uma camisa do Flamengo para o presidente, que de pronto a vestiu. Moro também recebeu uma camisa do time rubro negro e a vestiu.

Durante o intervalo, os dois deixaram as cadeiras da tribuna e se dirigiram a um local onde ficaram a sós por algum tempo.

Moro se encontra envolvido em desgaste após vazamento de mensagens

Na noite do último domingo (9), o site “The Intercept Brasil” publicou uma série de reportagens denominadas “As mensagens secretas da Lava Jato”, em que conteúdos de mensagens privadas entre integrantes da força-tarefa da Lava Jato foram vazados.  Entre as conversas publicadas pelo site, estão diálogos entre o Sérgio Moro e o Procurador da República e coordenador da operação em Curitiba, Deltan Dallagnol.

Quando as mensagens foram reveladas, o ministro negou que tenha orientado a força tarefa da operação.  O Ministério Público Federal do Paraná também se manifestou e afirmou que a atuação dos procuradores “é revestida de Legalidade, Técnica e impessoalidade”. Já o presidente Jair Bolsonaro ainda não se pronunciou publicamente sobre o episódio.

Antes de assistirem a partida de futebol, Moro e Bolsonaro se reuniram. De acordo com Otávio Rêgo Barros, o porta-voz da Presidência, no encontro os dois discutiram o vazamento das mensagens.

Na próxima quarta-feira (19), Sérgio Moro deverá depor na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Durante o depoimento, espera-se que o ministro da Justiça fale sobre as mensagens vazadas publicadas pelo site “The Intercept Brasil”.

Fechar