Energia elétrica terá reajuste de 6,93% em residências mineiras

Por

A partir da próxima terça-feira (28), as contas de luz, serviço oferecido pela Cemig, irão ficar 6,93% mais caras para os mineiros. O reajuste nas tarifas foi aprovado e anunciado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), após audiência pública.

O aumento de 6,93% será para os imóveis residenciais, de baixa tensão. Já para as indústrias, onde o serviço usado é de alta tensão, o reajuste na tarifa será de 10,71%.

Segundo o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, “A revisão é necessária para que não haja um déficit ainda maior em 2019, que terá que ser pago nas tarifas de energia em 2020”.

Aquisição de energia

Ainda de acordo com a agência, o aumento também se deu pelo maior valor no custo de aquisição de energia elétrica, que é precificado em dólar. A moeda teve um aumento expressivo na última semana.

Minas Gerais hoje possui cerca de 8,4 milhões de unidades atendidas pela Cemig em 744 municípios do estado.

Aumentos no combustível

Além da energia, a população vem passando por um aumento considerável no preço dos combustíveis. Em várias cidades de Minas Gerais, o preço do combustível já ultrapassa R$ 5, o litro.

Tags :

Postado em 22 de maio de 2019