O que você procura?


Dançarina mineira está entre as finalistas do maior campeonato de breaking do mundo

Redação Mais Minas 29 de setembro de 2020 às 14:55
Tempo de leitura
3 min
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Depois de duas rodadas emocionantes de batalhas online, 16 b-boys e 16 b-girls de todo o mundo foram escolhidos os melhores dançarinos de breaking de 2020 e avançam para a próxima etapa do Red Bull BC One E-Battle, o programa de batalhas online do Red Bull BC One, maior e mais famosa competição de breaking 1×1 do mundo.

Entre as finalistas da categoria feminina está a b-girl brasileira Nathana Vieira Venâncio, de 29 anos, de Uberlândia, em Minas Gerais. “É uma grande responsabilidade e uma honra estar representando o Brasil no Red Bull BC One E-Battle”, diz a b-girl Nathana. “Uma grande oportunidade que não vou desperdiçar.” 

O público poderá conferir os duelos pela Red Bull TV nos dias 10 (a partir das 15h), 17 e 24 de outubro, quando ocorre a grande final. O time de jurados é formado por um trio experiente: o b-boy russo Aslan, a b-girl finlandesa AT e o b-boy francês Lilou –eles julgarão os movimentos dos dançarinos de acordo com critérios como musicalidade, originalidade e performance. Este ano, o prêmio para os ganhadores é inédito: uma vaga na final mundial, que será realizada em 2021, em local a ser definido.

LEIA TAMBÉM:  Round 6 (Squid Game) está no caminho certo para se tornar o programa mais assistido na história da Netflix

Nathana começou a dançar em 2008 em sua cidade natal, Uberlândia. “Um professor de dança de rua me levou para um lugar chamado Comunidade Hip-Hop, onde a galera treinava breaking, e ali me apaixonei pela cultura”, lembra. “Enfrentei muitas dificuldades no começo com a minha família, mas hoje tenho o total apoio deles.”

Participar de uma competição de breaking online foi novidade para Nathana, mas ela parece ter encontrado o segredo: “É diferente, é você e a câmera, não tem aquela energia do público a sua volta, então você tem que se superar e tirar essa energia da sua alma e colocá-la pra fora”.

Para construir seu estilo de dança, Nathana se inspira em suas companheiras da We Can do It, grupo exclusivamente feminino que ela ajudou a fundar ao lado das b-girls Bibi e Day. “Além delas, tenho muitas referências e pessoas que levo como inspiração, como os B-Boys Stripes, Lego, Roxrite, Thesis, Neguin e Ratin e as B-Girls Rockafella, Asia One, JK47, SanAndrea e FabGirl.”

LEIA TAMBÉM:  Assistiu 'Round 6'? veja outras séries e filmes no mesmo estilo

Para se ter uma ideia da importância do breaking brasileiro na competição no Red Bull BC One E-Battle, em 2018, o primeiro ano em que ocorreram as batalhas online, o campeão mundial foi o b-boy Luan San, nome forte da cena paulista, que realizou emocionantes disputas virtuais com dançarinos de diversos cantos do globo até chegar ao topo e abocanhar o título. 

Calendário completo Red Bull BC One E-Battle

10/10, às 15h – LIVE#1: Primeira live com os 16 melhores b-boys e b-girls do mundo

17/10 – LIVE#2: Quartas de final com os 8 melhores b-boys e b-girls do mundo

24/10 – LIVE#3: Semifinais e final mundial, com os 4 melhores b-boys e b-girls do mundo

Fonte: Red Bull

LEIA TAMBÉM:  Round 6 (Squid Game) está no caminho certo para se tornar o programa mais assistido na história da Netflix
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Última atualização em 13 de novembro de 2020 às 04:38