Especial Semana Santa: conheça as lendas mineiras contadas na data

Destaques

Número de morte por coronavírus em Minas Gerais chega a dezessete

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou, na manhã deste sábado (10), mais um Informe...

Sons of Anarchy: a apaixonante série que une motocicletas, ação e muito drama

O período de isolamento social é uma ótima oportunidade para colocar as séries em dia ou começar a acompanhar...

Zema afirma que primeira parcela será paga para servidores na próxima quarta-feira (15)

O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou ontem (9), em coletiva no Palácio do Planalto, em Brasília,...

Programação de lives desta sexta-feira (10/04); shows na quarentena

Continuando com o trabalho de entreter os brasileiros que estão em casa por recomendação da Organização Mundial da Saúde...

Sexta-feira Santa: memória da Paixão e Morte de Jesus Cristo

Na Sexta-feira Santa, os cristãos relembram o sofrimento e a morte de Jesus. Segundo a tradição bíblica, naquele dia...

A Semana Santa é cercada por mitos e personagens fantásticos. A data, marcada principalmente por questões religiosas, traz discussões sobre personagens místicos, histórias antigas e algumas medonhas. Contadas por gerações, as lendas passam pelos dias da Semana Santa, principalmente entre a Sexta-Feira da Paixão e a Quaresma.

O que são as lendas?

Conhecidas como narrativas fantasiosas, as lendas combinam fatos reais e históricos com fatos irreais das aventuras humanas. Além disso, elas buscam responder questões que não são respondidas ou comprovadas cientificamente, como questões misteriosas, místicas ou sobrenaturais. A origem da palavra lenda procede do palavra “legenda”, do latim, que significa “o que deve ser lido”.

Perna fina

Contada principalmente no norte de Minas Gerais, a lenda do perna fina se refere a um personagem que assusta os viajantes nas estradas. A lenda diz que quem viaja na Sexta-Feira Santa, consegue ver o perna fina, caracterizado por um homem alto, magro, careca e de pernas finas, sempre vestido com um terno branco.

O personagem costuma estar parado nas estradas mineiras com os braços levantados e as pernas abertas, formando uma cruz com o corpo. A história conta que ele é a assombração de uma pessoa que já morreu, tendo que permanecer penando pela terra.

O lenhador fantasma

A lenda do lenhador fantasma conta que, assim como o “perna fina”, ele é uma assombração, que quando ainda vivo trabalhou na sexta-feira da paixão. Por ter trabalhado em uma data sagrada, seu castigo é trabalhar todas as Semanas Santas, sem poder ter o descanso da alma.

O lobisomem

Muito conhecido entre as lendas, o lobisomem é destinado a virar lobo em alguns dias e horários. Durante a Semana Santa, isso acontece especialmente nas terças e sextas de meia-noite às duas da manhã. Na data em questão, o lobisomem passeia pelos cemitérios, encruzilhadas e igrejas para depois voltar a forma humana.

A procissão dos mortos

Muito conhecida até hoje em Minas Gerais, a procissão dos mortos acontece, de acordo com a lenda, na noite da Sexta-Feira Santa. Saindo do cemitério, pessoas vestidas de branco comemoram o aparecimento de Cristo entre eles, assim como é contado no Monte Calvário, quando centenas de mortos ressuscitaram. De acordo com a lenda, só quem sai para as ruas na sexta-feira é que consegue ver a procissão.

Leia também: Por que as imagens são cobertas na Quaresma?

- Advertisement -