Take a fresh look at your lifestyle.

Estudo feito pela Netflix aponta que brasileiros estão trocando novelas por séries

Desde que a Netflix se tornou uma das líderes de mercado em serviço de streaming de vídeos, a forma como  os brasileiros consomem entretenimento mudou. Tal  mudança tem afetado a mídia tradicional, como apontou um recente estudo publicado pela própria Netflix, principal prestadora desse serviço  no Brasil.

O levantamento realizado pela empresa mostrou que os brasileiros estão, cada vez mais, deixando de lado as novelas para assistir séries, documentários e filmes em seu serviço de streaming. O estudo ainda apontou que o horário principal em que o público brasileiro recorre ao serviço é o das 21h, horário em que, tradicionalmente, os telespectadores recorriam à TV para assistir as principais novelas da  TV aberta.

O que tem elevado a preferência dos brasileiros pelo serviço de streaming da Netflix?

O Brasil foi o primeiro mercado internacional da Netflix. Seu crescimento vem sendo notado ano após ano.  Em números, a empresa de streaming abrange cerca de 6 milhões de assinantes no país desde 2016 e esse número tende a aumentar.

O serviço  tem chegado a ficar à frente na preferência do público, deixando marcas consagradas como Globo e SBT para trás.  Alguns fatores técnicos apontados por especialistas podem explicar tais mudanças de comportamento e consumo dos telespectadores brasileiros como a popularização da internet no país. Em recente pesquisa, 51% dos brasileiros disseram que ficam conectados o tempo todo, sendo duas vezes mais que países como Estados Unidos e o Reino Unido.

Outro fator importante se deve ao fato de que a flexibilização do conteúdo e a possibilidade de acessá-los  em diversos lugares e horários ( na academia, a caminho do trabalho, na fila do banco… ) está fazendo com que o conteúdo disponibilizado pela empresa passe à frente dos produtos que precisam ser consumidos apenas em um determinado horário e local, como as novelas.

Outra peça chave que tem cativado o publico é a objetividade das produções. Ou seja, uma temporada de série poder variar entre 8, 10  ou 20 episódios, sendo de rápida conclusão e fácil de ser consumida. Ao contrário de  um produto que apresenta mais de 150 capítulos diários, muitas vezes enrolando o público, como algumas novelas.

Além disso, com a facilidade de preço e a popularidade em auge, não é de se espantar que em breve as tradicionais programações brasileiras, como as novelas, caiam em abandono. As emissoras já estão percebendo isso e estão, cada vez mais, investindo no formato de séries e temporadas, além de disponibilizarem a maior parte de seus conteúdos em  plataformas de streaming.

E você, se considera  apegado às novelas ou já migrou para o formato de séries de TV? Comente!

Close