Ultimate magazine theme for WordPress.

Saiba como evitar acidentes elétricos com celulares e outros dispositivos móveis

De acordo com a Abracopel, Minas Gerais registou 33 mortes por choque elétrico em 2018

Os telefones celulares, tablets, notebooks e outros dispositivos móveis que, aparentemente, se mostram inofensivos, podem provocar acidentes elétricos graves e até mesmo fatais, sobretudo relacionados ao mal-uso dos aparelhos.

De acordo com os dados contidos no anuário da Associação Brasileira de Conscientização dos Perigos de Eletricidade (Abracopel), publicado em 2019, o Brasil registrou 1.424 acidentes não fatais e fatais de origem elétrica no ano de 2018.

Desse total de acidentes, 59% foram causados por choques e grande parte desses casos ocorreram em residências. Os dados da Abracopel também mostram que o estado de Minas Gerais registou 33 mortes por choque elétrico em 2018.

O documento destaca que acidentes elétricos em casa estão, em sua maioria, relacionados às instalações elétricas antigas, falta de manutenção e também o uso de uma mesma tomada para conexão de diversos equipamentos ao mesmo tempo.

Em meio a esses acidentes elétricos registrados em casa, estão cada vez mais presentes aqueles associados à aparelhos de celular ou outros dispositivos móveis. Isso porque o uso desses aparelhos conectados à tomada pode aumentar o risco de choques ou ainda  superaquecer as baterias e outros componentes internos, causando explosões ou danos irreparáveis ao dispositivo e, sobretudo, ao usuário.

Para evitar acidentes elétricos relacionados ao uso de aparelhos celulares ou outros dispositivos móveis é preciso estar atento a alguns cuidados, como evitar usar carregadores falsificados ou não utilizar os aparelhos ligados à tomadas em ambientes que contenham água, como banheiros e cozinhas.

Confira abaixo dicas importantes para evitar acidentes elétricos com esses dispositivos:

  • Evitar o uso de carregadores falsificados

O uso de carregadores falsificados, além de poder danificar os aparelhos, podem aumentar o risco de choques e outros acidentes, uma vez que a produção deles geralmente não atende aos padrões de segurança exigidos.

  • Evitar o uso enquanto o aparelho estiver ligado à tomada

Os ricos de sofrer um choque elétrico quando se utiliza um aparelho ligado à tomada são, sem duvidas, maiores. Para evitar estes acidentes, o ideal é desconectar o celular ou qualquer outro aparelho da tomada para utilizá-los. Essa dica também serve para  o uso de carregadores portáteis (“powerbanks” e capas carregadoras).

  • Evitar o carregamento próximo a materiais combustíveis

O carregamento dos aparelhos deve ser realizado longe de materiais combustíveis, ou seja, que podem ser queimados. Dessa forma, em casa ou em qualquer outro lugar, deve-se evitar carregar os dispositivos próximos a tecidos, como toalhas, cortinas e a forrações de cama e sofás, além de outros.

  • Evitar o uso dos aparelhos em ambientes que contenham água  

O uso destes dispositivos ligados à tomada também deve ser evitado em alguns ambientes que contenham água, como banheiro e cozinha.  Isso porque se o aparelho conectado ao carregador entrar em contado com a água, pode provocar choque elétrico na pessoa que o utiliza.

  • Evitar o carregamento durante tempestades

Durante as tempestades, não é recomendado conectar aparelhos eletrônicos à tomadas, já que os raios podem percorrer a rede elétrica do imóvel e atingir o carregador, causando choque ou até mesmo explosões no dispositivo. Instabilidades na rede elétrica, ou seja, quando a energia oscila durante uma tempestade, também pode facilitar a passagem de uma corrente elétrica pelo carregador.

Leia também: Xiaomi vale a pena? Veja dicas para comprar um celular da marca chinesa

Comentários do Facebook