BH e RegiãoContagemNotíciasSaúde

Febre maculosa mata duas pessoas em Contagem; região entra em alerta

A Secretaria Municipal de Saúde de Contagem confirmou a morte de duas pessoas em decorrência da febre maculosa. De acordo com o Município, só no mês de maio foram registradas vinte notificações de suspeita da doença, sendo que três pessoas estão internadas e treze casos estão sendo investigados.

A Prefeitura também está investigando a morte de outras duas pessoas que estavam sob suspeita de terem contraído a doença.

A maioria dos casos que foram registrados em Contagem são de moradores do bairro Vila Boa Vista. De acordo com a Secretaria de Saúde, há uma epidemia da doença neste bairro que comporta cerca de 50 pessoas.

A suspeita é de que a doença tenha expandido na região devido aos carrapatos que se hospedam em cavalos que são criados na região. Capivaras também são vistas com frequência no local. As primeiras notificações da doença começaram a surgir no dia 22 de maio.

Nesta segunda-feira (03), pacientes com suspeita de terem contraído a doença começarão a ser atendidos na Unidade Básica de Saúde Nacional (UBSN). O tratamento precoce da Febre Maculosa é essencial para evitar formas mais graves da doença e até mesmo a morte da pessoa. Assim que surgirem os primeiros sintomas, é importante procurar uma unidade de saúde para avaliação médica. O tratamento é feito com antibióticos específicos. Em determinados casos, pode ser necessária a internação da pessoa.

Principais sintomas

De acordo com o Ministério da Saúde, os principais sintomas da Febre Maculosa são:

  • Febre acima de 39ºC e calafrios, de início súbito.
  • Dor de cabeça intensa.
  • Náuseas e vômitos.
  • Diarreia e dor abdominal.
  • Dor muscular constante.
  • Inchaço e vermelhidão nas palmas das mãos e sola dos pés.
  • Gangrena nos dedos e orelhas.
  • Paralisia dos membros que inicia nas pernas e vai subindo até os pulmões causando paragem respiratória.

Além disso, com a evolução da  Febre Maculosa é comum o aparecimento de manchas vermelhas nos pulsos e tornozelos, que não coçam, mas que podem aumentar em direção às palmas das mãos, braços ou solas dos pés.

O que é Febre Maculosa

Popularmente conhecida como “febre do carrapato”, a febre maculosa é transmitida pelo carrapato-estrela que se hospeda em animais como cavalo, boi, aves e pode se hospedar inclusive no ser humano que após receber  a picada do inseto e aracnídeo pode contrair a infecção causada por uma bactéria chamada Rickettsia rickettsi.

Nos meses entre junho e outubro é mais comum o surgimento da doença, por ser o período mais frio do ano no Brasil. A infecção dura cerca de sete dias, a maior preocupação dos médicos é devido aos sintomas serem parecidos com o da dengue o que pode retardar o diagnostico e, a demora para entrar com o tratamento adequado para combater a infecção pode dela ao óbito dos pacientes.

Facebook Comments

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios