Figurinos de Beyoncé em Black Is King

Beyoncé lançou no último dia 31 um álbum visual cheio de atitude e mensagens. Intitulado “Black Is King” (Preto É Rei), o filme conta com a participação dos filhos da diva, esposo, além de bailarinos e atores. Com uma fotografia impecável e produção artística que vai para outro nível cultural no que diz respeito a música pop, o álbum reforça o conceito de que o racismo precisa ser exterminado. Para além da música e coreografias do filme, o figurino da cantora toma conta das cenas.

O único vídeo da séria de clipes de Beyoncé que os brasileiros podem assistir por enquanto é o da música Already (Já), com a participação de Major Lazer. Com uma letra forte, “Vida longa ao rei, você é um rei e sabe disso, já é um rei, você já sabe disso, supera tudo, tudo, você sabe disso”, o primeiro single divulgado no Youtube já deixa a entender sobre o que se trata esse novo trabalho da rainha.

Durante o longa, Beyoncé explora diversos ambiente, e para cada um deles há um figurino, um conceito que encaminham a um pensamento, afinal, como já escrevemos aqui no portal Mais Minas, conversamos também através dos nossos corpos, nosso estilo, estética. Com a artista não é diferente, aliás, se tem uma coisa que Beyoncé faz bem é se comunicar com os fãs através do visual, muitos se identificam, afinal é lacração, uma atrás da outra.

Seguindo a tendência do babado, que foi incrivelmente forte no verão passado e tende a permanecer em 2021, a diva surge engomada não apenas na roupa, como no turbante também, e mais ousada ainda em um look rosa pink e luvas. Veja como ficou:

Beyoncé usa look rosa com babado em novo clipe – Foto: reprodução Beyoncé

Esse trabalho está realmente para mexer com a indústria da moda. Imagine que para encenar em outro clipe, Beyoncé se transforma em uma mulher importante, da alta sociedade, e passa uma tarde agradável tomando chá com amigas.

As louças e doces finos fortalecem o conceito de que o lugar da pessoa negra é onde ela quiser, e de que a pessoa negra não deve mais ser relacionada a miséria. É bom que a sociedade naturalize o fato de que os negros estão cada vez mais ganhando espaços e cargos importantes. O mais curioso nesse look é o colar vermelho, fazendo menção a colares de dentes de animais, ou algo parecido.

Figurino de Beyoncé – Foto: reprodução/site oficial

O minimalismo passa mesmo longe da cantora Beyoncé, afinal. com tanta voz e talento, a artista pode ousar o quanto quiser. É muito poder mesmo!

Para outra cena do álbum, a também empresária usa um chapéu em formato de lustre que tapa os seus olhos, e uma mensagem é passada, a de que muitos tentam tirar a visão dos negros, os silenciando, e os fazendo se conformar com as injustiças há anos cometidas contra eles.

Em um look fechado de cor preta, e novamente babado, dessa vez um babado mais discreto, Beyoncé arrasa mais uma vez.

Chapéu de lustre – Foto: reprodução/Site oficial

O conceito de maternidade também é trazido à tona no álbum Black Is King, só que não uma maternidade tradicional, mas aquela cuja mãe prepara o seu filho para o mundo, para lutar por um ideal maior, tornar o mundo mais igual e menos opressor para o seu povo.

Dessa vez o look faz menção à Maria, mãe de Jesus. A cantora surge à beira de um rio com um bebê nos braços e semblante protetor.

Look materno – Foto: Reprodução/Beyoncé

O próximo look dispensa comentários. Parece que Beyoncé disse, ” vocês querem um ‘turbatão’ e ‘babadão’, então tomem” (risos).

Beyoncé. Foto: reprodução/site oficial

O óculos é um acessório super explorado pela produção de figurino de Beyoncé nesses clipes.

Foto: Montagem Mais Minas/Site oficial da cantora Beyoncé

Tem mais outros três looks que a artista ao longos dos vídeos que são super tendências. O primeiro deles é um macaquinho vermelho em um tecido parecido com o couro e as botas, seguindo a mesma tonalidade e textura de tecido.

O segundo figurino vem fortalecer a ideia de poder, de realiza, de riqueza. Parece que Beyoncé está usando um roupão e uma toalha luxuosa na cabeça, mas não é. Ela está usando mesmo peças de roupas bem felpudas.

Já no terceiro look, o destaque fica por conta de um grande chapéu quadriculado. Confira:

Black Is King. Foto: Montagem Mais Minas/Site Beyoncé

A última vez em que Beyoncé havia lançado um longa foi em abril de 2019. O documentário é transmitido pela Netflix. No Brasil, os fãs aguardam ansiosamente que o novo álbum “Black Is King” seja lançado.

Leia também: Tie Day: faça em casa.

Comentários