No dia 2 de setembro, às 19h30, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, que está celebrando 15 anos, irá se apresentar na Praça da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). O maestro convidado Rossini Parucci, também contrabaixista da orquestra, conduzirá a apresentação, trazendo ao público uma seleção de grandes clássicos da música sinfônica do Brasil e do mundo.

No repertório, estarão peças famosas como “Carmen” de Bizet, “A bela adormecida” de Tchaikovsky, “Batuque” de Lorenzo Fernandez, “Mourão” de Guerra-Peixe, e arranjos de músicas populares transformadas para orquestra, incluindo “Corta-jaca” de Chiquinha Gonzaga (com orquestração de Anderson Alves) e “Milagre dos Peixes” de Milton Nascimento (com orquestração de Nelson Ayres). O evento é gratuito e conta com o patrocínio principal da Gerdau, a principal empresa de produção de aço do Brasil.

Zilka Caribé, Diretora de Marketing do Instituto Cultural Filarmônica, ressalta a importância de levar a música clássica a mais pessoas e atrair novos públicos. Ela afirma: “Estamos muito felizes de voltar a Ouro Preto, por meio do patrocínio da Gerdau. É muito importante que um número cada vez maior de pessoas tenha a oportunidade de assistir à Filarmônica”.

+ Peça gratuita infanto-juvenil sobre sustentabilidade estreia em Itabirito e outros três cidades mineiras

Wendel Gomes, Diretor Executivo da Gerdau, expressa o orgulho de presentear Ouro Preto com a arte da Filarmônica. Ele destaca: “A Gerdau é brasileira de nascimento e mineira de coração, por isso, apoiar eventos que levem a cultura para cidades onde atuamos é motivo de muita alegria. Tenho certeza que a apresentação da Filarmônica fortalece a cultura local e será um grande presente para a população”.

O concerto é possível através do Ministério da Cultura, Governo de Minas Gerais e Gerdau, graças à Lei Federal de Incentivo à Cultura. Conta também com o apoio da Universidade Federal de Ouro Preto e da Prefeitura de Ouro Preto. O projeto é uma realização do Instituto Cultural Filarmônica, em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Governo de Minas Gerais, Ministério da Cultura e Governo Federal.

O regente convidado, Rossini Parucci, é natural de Londrina e faz parte da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais como contrabaixista desde 2016. Além disso, possui formação em Música pela Arizona State University, nos Estados Unidos. Sua experiência inclui atuações como regente em diversas orquestras e corais, como a Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina, onde assumirá a posição de Diretor Artístico e Regente Titular a partir de agosto de 2023.

COMENTÁRIOS
Share.

Amante da música, compositora e estudante de jornalismo. No Mais Minas é redatora nas editorias de entretenimento, cidades e moda.