A renomada Gerdau, líder no setor de produção de aço no Brasil, está atualmente realizando um processo seletivo para atender às demandas de sua operação Florestal, localizada em Três Marias, Minas Gerais. No total, estão disponíveis 108 vagas para os cargos de auxiliar de silvicultura I e II, sendo que 54 já foram preenchidas no mês de maio, enquanto as demais serão ocupadas nos meses de junho (41) e julho (13). Essas contratações fazem parte do ambicioso plano de investimento de R$ 5 bilhões destinado ao estado de Minas Gerais, anunciado pela empresa em 2021.

No mês de abril, outras 24 vagas para essas posições já foram preenchidas, totalizando assim mais de 130 novos postos de trabalho criados na região. Essa iniciativa demonstra o compromisso da Gerdau em promover o desenvolvimento econômico e social das localidades onde atua, contribuindo para a geração de empregos e fortalecimento da economia regional.

Os cargos de auxiliar de silvicultura I e II oferecidos pela Gerdau representam uma excelente oportunidade para profissionais que buscam ingressar ou se desenvolver no setor florestal. Além disso, a empresa oferece um ambiente de trabalho estimulante, com perspectivas de crescimento e benefícios atrativos.

“O investimento que a Gerdau está realizando no negócio florestal em Minas Gerais demonstra a aposta que companhia vem fazendo em fontes renováveis de energia para avançarmos em nossas metas de descarbonização. Até 2026 esperamos alcançar 20% de ampliação da base florestal atual”, explica o diretor de matéria-prima e florestas da Gerdau, Carlos Eduardo Vieira.

As vagas para o cargo de auxiliar de silvicultura I estão disponíveis em Corinto, Várzea da Palma, Olhos D’Água, Estiva, Tomaz Gonzaga e Martinho Campos. Para se candidatar, é necessário ser maior de 18 anos, ter ensino fundamental incompleto (4ª série) e contar com pelo menos um ano de experiência em atividades de campo, seja agrícola ou florestal.

Além disso, estão sendo disponibilizadas vagas para auxiliares de silvicultura II, com atuação nos municípios de Corinto, Lassance, Várzea da Palma, Augusto de Lima, Santo Hipólito, Pompéu, Martinho Campos, Ibitira, Curvelo, Codisburgo e Olhos D’Água. Para se candidatar a essas vagas, é necessário ter mais de 18 anos, ensino fundamental completo (8ª série) e pelo menos dois anos de experiência em atividades de campo, seja agrícola ou florestal.

“Gerar emprego e renda é uma das diretrizes da Gerdau para Minas Gerais. Fazemos questão de dar oportunidade às comunidades vizinhas às nossas operações, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social para as cidades”, destaca Andreza Aparecida, coordenadora da área de Pessoas da unidade Florestal da Gerdau.

Os interessados, cujo perfil preencha os requisitos necessários, podem enviar o currículo pelo site da Gerdau, informando o nome da vaga para a qual gostaria de se candidatar.

O envio de currículo pode ser feito por todas as pessoas interessadas, sem distinção de gênero, idade, origem, cor, deficiência ou orientação sexual. A empresa oferece benefícios, como planos de saúde e odontológico, alimentação na empresa, transporte, benefício farmácia, programas de desenvolvimento, entre outros.

Investimento bilionário da Gerdau em Ouro Preto-MG vai gerar 5 mil empregos na mineração

A Gerdau anunciou um investimento significativo de R$ 3,2 bilhões entre 2023 e 2026 em uma nova plataforma de mineração sustentável em Minas Gerais. Esse investimento está alinhado com o compromisso contínuo da empresa com a modernização, avanços tecnológicos, práticas ambientais e expansão das operações locais no estado.

Prevista para entrar em operação no final de 2025, a nova instalação de mineração localizada na mina de Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto, terá capacidade anual de produção de minério de ferro de 5,5 milhões de toneladas. Este projeto tem como objetivo aprimorar a competitividade operacional da empresa e potencialmente aumentar sua produção de aço em Minas Gerais no futuro.

Clique para saber mais.

COMENTÁRIOS
Share.

Sócio proprietário e fundador do Mais Minas e jornalista em formação pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Redator de cidades, tecnologia e política, além de link builder.