Globo exibe o filme ‘A Grande Muralha’ na Tela Quente

Na noite dessa segunda-feira, 06 de abril, logo após o BBB 20, a Globo exibiu o filme “A Grande Muralha” (“The Great Wall”) na Tela Quente. Originalmente, o filme foi lançado em 2017 e foi alvo de diversas críticas.

O cineasta chinês Zhang Yimou trabalhou no filme por mais de três anos. É a luta dos humanos contra uma ameaça sobrenatural. William Garin, interpretado por Matt Damon, e Pero Tovar, interpretado por Pedro Pascal, são ladrões europeus que caminham por terras orientais e chegam à China para encontrar uma arma poderosa, mas são recebidos de uma forma não muito amigável. Os habitantes locais não acreditam que eles tenham ido à Grande Muralha da China para fazer negócios.

Presos e mantidos em cativeiro, os dois mercenários descobrem que a grande muralha de quase 9.000 quilômetros de comprimento e que levou 1700 anos para ser construída tem uma razão muito específica que o exército chinês do imperador (incluindo Andy Lau e Jing Tian) vinha preparando há décadas, porque a cada 60 anos os monstros tentam atacar o território.

Desde o seu lançamento, “A Grande Muralha” sofreu muitas críticas. Os críticos alegaram que o enredo é muito simples para uma produção tão grande, fazendo com que o filme não tenha alma. O longa é uma coprodução entre produtores chineses e estrangeiros. A Legendary East, a Le Vision Pictures, a Atlas Entertainment e o China Film Group trabalharam juntos nisso.

Os espectadores chineses e estrangeiros têm diferentes origens culturais e diferentes entendimentos de uma história. Zhang Yimou poderia ter previsto as críticas, mas ele tinha apenas o objetivo de espalhar a cultura chinesa com o filme. Zhang disse que seu grupo-alvo não era apenas chinês, mas também estrangeiro. Em um filme de Hollywood, os fatores chineses devem ser apresentados de maneira simples e fácil de entender para atrair mais jovens estrangeiros.

Assista o trailer:

Comentários