IFMG fará distribuição de 4 mil litros de álcool para o SUS em Minas

Para reforçar as ações de combate ao avanço da Covid-19, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) está empenhado na produção do álcool 70%. Nesta quarta-feira, 15 de abril, a instituição inicia a distribuição de 4.000 litros do produto para cidades da região Metropolitana e do interior do estado. A ação é resultado do projeto “Rede de Colaboração IFMG com instituições públicas e privadas de combate à Covid-19”, instituído pela portaria 414, de 30 de março de 2020, e conta com a parceria da indústria de cosméticos Mutari.

Inicialmente, serão entregues em hospitais e unidades de saúde pública 800 galões de cinco litros cada. Um caminhão cedido pelo Cefet-MG começa a ser carregado a partir de 9h desta quarta-feira, em Belo Horizonte, no bairro Castelo (Avenida dos Engenheiros, 1370). Nessa primeira remessa, receberão doações os municípios com maior demanda apontada em levantamento feito junto aos 18 municípios onde o IFMG possui campus e também junto à Secretaria de Estado de Saúde. Os galões serão encaminhados para as instituições indicadas pelas autoridades sanitárias de Minas Gerais.

Segundo o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Fernando Braga, para produzir o álcool, o IFMG firmou um acordo de cooperação com a Mutari, empresa que tem capacidade de produção industrial do álcool, estabelecendo um regime de mútua colaboração, sem transferência de recursos financeiros. A aquisição dos insumos necessários e das embalagens foi feita pelo Instituto Federal. Já a empresa assumiu a responsabilidade técnica de fabricação do produto. Os recursos, da ordem de R$ 212 mil, foram autorizados pelo Ministério da Economia para ações emergenciais de combate à Covid-19. A parceria tem validade de seis meses.

A professora e coordenadora de pesquisa, Flávia Siqueira, explica que o álcool líquido tem a mesma função do álcool em gel, no que diz respeito à proteção contra o novo coronavírus. A opção pelo produto líquido se deu porque o carbopol 940, ingrediente necessário na composição do álcool em gel, está em falta no mercado.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Institucional do IFMG, Wilson Vieira Costa, foi enviado à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação um plano de trabalho para produzir mais 21.000 litros de álcool 70%. “Caso sejam aprovados novos recursos pelo Governo Federal ou haja doações de insumos por empresas privadas, a produção poderá ser ampliada”, afirma. Qualquer empresa interessada em apoiar o projeto pode entrar em contato pelo e-mail [email protected].

Comentários