DicasFrioSaúde

Inverno aumenta riscos de infarto e AVC; veja como prevenir

No inverno, os casos de infarto e AVC (acidente vascular cerebral) aumentam as chances em 30% e 20%, respectivamente

No inverno, os casos de infarto e AVC (acidente vascular cerebral) aumentam as chances em 30% e 20%, respectivamente. Em vários lugares do mundo existem estudos que comprovam que a cada 10°C que abaixa na temperatura, o risco de infarto sobe em 7%, principalmente em lugares com temperatura abaixo de 14°C.

O médico Roberto Kalil Filho, cardiologista e presidente do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor), conta que o motivo de aumentar as chances de um infarto ou AVC, é devido à vasoconstrição: “O aumento da pressão sanguínea sobre a parede dos vasos que estão com o calibre reduzido, além de sobrecarregar o coração, facilita o desprendimento de placas de gordura localizadas no interior das artérias, que podem bloquear o fluxo do sangue para o coração e para o cérebro”.

O organismo faz de tudo para manter o calor interno do corpo, que é de 36°C, por isso, quando as terminações nervosas da pele sentem o frio, as paredes dos vasos sanguíneos que irrigam a pele se contraem, e o coração precisa fazer mais força para bombear o sangue. “Idosos, hipertensos, diabéticos, obesos, fumantes e sedentários precisam redobrar os cuidados no inverno”, alerta o cardiologista Roberto Kalil.

  Conhecimento popular nem sempre é sabedoria

Por causa disso as extremidades do corpo como mão, pés, orelhas e nariz, ficam mais gelados e até mais avermelhados ou arroxeados.

É recomendado que todos evitem a exposição prolongada ao frio e também o choque térmico quando há mudanças bruscas de temperatura.

Ingestão de líquidos e gripe

No frio, temos o hábito de ingerir menos líquido, o que contribui para aumento das chances de entupimento de artérias. De acordo com Kalil: “Como sentem menos sede no frio, as pessoas acabam ingerindo menos líquido e desidratam. O sangue mais denso e viscoso coagula mais facilmente, o que colabora também para o aumento da pressão sanguínea”.

Gripes também podem piorar a situação. As doenças respiratórias provocam inflamações nos vasos sanguíneos, o que aumenta o risco de desprendimento de placas de gordura nas artérias.

  “Homens têm medo de descobrir doenças”, destaca o coordenador de Saúde do Homem

Como prevenir infarto e avc

Algumas pessoas precisam ficar ainda mais atentos nessa época, como: Pessoas que já tiveram infarto ou AVC, pacientes que precisaram desobstruir alguma artéria, hipertensos, diabéticos, indivíduos com colesterol alto, sedentários, fumantes e obesos.

A principal recomendação é evitar as baixas temperaturas, mas caso não seja possível, sempre sair bem agasalhado. Outras dicas são:

• Evitar alimentos pesados, ricos em sal e gordura (especialmente à noite)
• Praticar atividades físicas
• Vacinar-se contra a gripe
• Ingerir líquidos com frequência

Fechar